Adaf solicita ao Mapa adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) concluiu a última etapa do processo de adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção (Sisbi), e solicitou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a equiparação do Serviço de Inspeção Estadual (SIE) ao de alcance federal. Na prática, a adesão ao Sisbi permitirá que os estabelecimentos cadastrados no sistema comercializem seus produtos de origem animal em todo o país. Com o SIE, a venda fica limitada ao Estado.

“Finalizamos o cadastro de todos os estabelecimentos que possuem o SIE no programa e-sisbi, do Mapa. Com essa etapa concluída, solicitamos a equiparação ao serviço federal e aguardamos o retorno do Ministério. Certamente, esse é um passo muito importante, que permitirá que muitos produtores ampliem sua comercialização”, destacou o gerente de inspeção de produtos de origem animal da Adaf, Ramerson Ferreira.

A Adaf tem, atualmente, 164 estabelecimentos cadastrados no SIE, que garante que os produtos estão dentro dos padrões higiênico-sanitários previstos na legislação e são seguros para consumo. Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios podem solicitar a equivalência dos seus Serviços de Inspeção com o nacional, mediante a comprovação de que têm condições de avaliar a qualidade e a inocuidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Mapa.

O processo para solicitação da adesão da Adaf ao sistema iniciou em dezembro de 2019, e envolveu diversas etapas, sendo a última delas a de elaboração de um programa de trabalho. “Vamos aguardar agora a avaliação do Mapa. A adesão vai alavancar a economia do Estado ao viabilizar que as indústrias que estiverem qualificadas comercializem os seus produtos em outros Estados, gerando renda e com certeza mais empregos, porque essas empresas terão que produzir muito mais para atender o mercado interno e o externo”, concluiu Ramerson.

FOTO: Tácio Melo/Secom