Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Afeam movimenta R$ 10 milhões no Crédito e Renegociação Emergencial

Em um mês, o Crédito e Renegociação Emergencial do Governo do Amazonas, por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), movimentou R$ 10 milhões na capital e interior. No Crédito Emergencial, a Afeam liberou mais de R$ 5,4 milhões em financiamentos e a Renegociação Emergencial resultou em mais de R$ 4,6 milhões.

A Agência iniciou o atendimento exclusivo via site www.afeam.am.gov.br no dia 11 de janeiro, com orçamento de R$ 140 milhões para a linha de financiamento. Neste período foram 566 operações de crédito, as quais beneficiaram mais de 1.600 pessoas direta ou indiretamente. Em ordem de número de operações de crédito, os segmentos mais financiados pela Afeam até o momento foram: comércio, serviço, rural e indústria.

De acordo com o diretor-presidente da Afeam, Marcos Vinicius Castro, o momento exige esforço máximo da Agência para melhor atender a todos os interessados. “Antecipamos o início do Crédito e, atualmente, estamos operando com a capacidade máxima permitida de colaboradores, para dar celeridade à liberação do crédito. A demanda ultrapassou a expectativa, mas estamos apresentando resultados positivos na capital e interior, com o objetivo de minimizar os impactos econômicos na pandemia”, disse.

O empresário Keytson Barroso produz imagens aéreas com drone no setor predial. Ele é um dos financiados pela Afeam neste período. “Nessa pandemia, foi a primeira vez que procurei um financiamento e consegui pela Afeam. Não estou trabalhando e com este capital de giro vou ter como pagar as contas mensais; e manter a empresa pelo menos nos próximos três meses, mesmo sem ter faturamento”, disse ele.

Crédito On-line – O Crédito Emergencial da Afeam é destinado aos autônomos, profissionais liberais, produtores rurais, microempreendedores individuais (MEI), micro e pequenas empresas. Todo processo deve ser feito exclusivamente pelo site www.afeam.am.gov.br.

O diretor orienta aos interessados que acessem e leiam todas informações contidas no site oficial da instituição, onde também foram disponibilizados vídeos de instruções e manuais de acesso ao crédito para empresas e pessoas físicas.

Uma das medidas adotadas de flexibilização, neste ano, foi a aceitação de restrições junto aos órgãos de proteção ao crédito, que foram ampliadas de 5 para 10% no limite do financiamento, restrições podem estar registradas nesses órgãos a partir de 2020. A carência para o início do pagamento continua com prazo de 180 dias; e clientes em dia com o pagamento tem bônus de adimplência.

Renegociação – A Afeam realizou 366 renegociações emergenciais, as quais resultaram em mais de R$ 4,6 milhões. Com a maioria das atividades produtivas paralisadas ou reduzidas devido à pandemia, a Renegociação Emergencial é uma saída e fôlego para os clientes em débito. Marcos Vinicius também explicou que os clientes podem, mesmo antes de entrar em débito, pedir a prorrogação do prazo de pagamento.

Outro questionamento muito frequente, segundo ele, é sobre o financiamento para clientes que ainda estão pagando a Afeam. “Desta forma, ele só pode pedir outro financiamento se tiver quitado pelo menos 50% do financiamento em aberto, exceto se você for cliente especial da Afeam e o valor de liberação estará condicionado à nova análise de crédito”, explicou. Para a renegociação, o atendimento é feito via whatsapp e os contatos estão disponíveis na página da Afeam.

Para ter acesso ao Crédito Emergencial, Renegociação e demais informações, basta acessar o site www.afeam.am.gov.br.

FOTO: Cliente Afeam / Lydiane Santiago / Afeam

você pode gostar também
Comentários
Loading...