The news is by your side.

Alessandra Campêlo abraça campanha por Curso de Artes na UEA de Parintins

Parintins respira arte, respira cultura e a criação desse curso é fundamental”

A campanha a favor da criação do curso de Artes na Universidade do Estado do Amazonas (UEA) do município de Parintins (a 365 km de Manaus) chegou à Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). Na Casa do Povo, a pauta é abraçada pela vice-presidente da instituição, deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB).

A parlamentar, que este ano destinou R$ 1,1 milhão em emendas para diversos projetos em Parintins, considera a campanha “Arte na UEA” como fundamental para o desenvolvimento sócio-cultural do povo parintinense, especialmente para os mais jovens que buscam qualificação e espaço no mercado de trabalho na área da cultura, e assegura que usar seu prestígio político para fazer a pauta avançar junto à direção da Universidade.

“Meus amigos de Parintins e dos municípios do entorno, a campanha tem apoio do nosso mandato e vou conversar com vários colegas deputados também para pedir apoio pela criação do Curso de Artes da UEA em Parintins. Acho que não tem nada assim mais lógico, mais evidente do que essa necessidade. Parintins respira arte, respira cultura e a criação desse curso é fundamental”, afirmou Alessandra.

Recursos no Orçamento

A deputada assegurou também que vai trabalhar pelo aporte de recursos no Orçamento do Estado para garantia da instalação do curso de Artes na UEA de Parintins de forma definitiva. “Quero dizer aos artistas e aos jovens que pensam em se profissionalizar mesmo na Arte, que o nosso mandato vai defender, vai apoiar, já está apoiando, inclusive se for preciso aportar recursos a gente também vai trabalhar nesse sentido para garantir essa instalação, de forma definitiva, de um curso de Artes em Parintins”, concluiu a deputada, que recebeu, na última segunda-feira (08), o coordenador da campanha, Marcos Moura, na Assembleia Legislativa.

Grande mobilização na Ilha

A campanha é uma iniciativa do Instituto Cultural Ajuri (INCA), em parceria com o Movimento Grito da Periferia e do Coletivo de Mulheres Artistas “Tamo Junta”. Na semana passada, a mobilização em torno do projeto chegou ao Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, palco de uma reunião entre os coordenadores da campanha e jovens do Garantido Show e do movimento Hip Hop. A cidade também se prepara para o Fórum Municipal de Dança.

A campanha “Arte na UEA”, de forte apelo social, se agiganta com o apoio e envolvimento de grupos, artistas e estudantes e lideranças, e já alcança outros municípios da região do Baixo Amazonas.

De acordo com Marcos Moura, gestor cultural, artista e idealizador da campanha, a iniciativa já tem apoio da direção do CESP/UEA, da coordenação regional da Seduc, da deputada Alessandra, de vereadores membros da Comissão de Cultura da Câmara Municipal de Parintins, da Cáritas Diocesana e de várias entidades artísticas e comunitárias. “A criação e oferta de cursos de Arte (Dança, Música e Teatro) na UEA atenderá uma demanda vocacional e estratégica para o desenvolvimento sócio-cultural de Parintins e da Região do Baixo Amazonas”, enfatiza Marcos Moura.

O assunto voltará ao debate no dia 26 deste mês, às 18h, no auditório da UEA de Parintins. Com mobilização do Movimento Cultural Grito da Periferia, do Fórum Municipal de Dança e Coletivo de Mulheres “Tamo Junta”, a atividade será encerrada com uma Sexta Cultural, com apresentações de artistas e grupos ligados ao Grito da Periferia e aos bumbás de Parintins.

Texto: Assessoria da Deputada

você pode gostar também
Comentários
carregando...