Informações e Notícias de Parintins

Alessandra Campêlo adverte Governo por corte de R$ 26 milhões do Ifam

Em pronunciamento no Pequeno Expediente desta quarta-feira (8), a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) levantou novamente sua voz contra os ataques sofridos pelos estudantes do Amazonas. Desta vez a vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) falou em nome dos alunos e servidores do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), que teve um bloqueio de R$ 26 milhões do orçamento deste ano por parte do Ministério da Educação.

Alessandra disse que apresentou uma Moção de Apelo ao Governo Federal para que reveja a medida urgentemente, antes que os prejuízos atinjam os alunos e servidores da instituição na capital e interior. O mesmo expediente tinha sido usado pela deputada em defesa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que teve R$ 38 milhões bloqueados pelo MEC.

“O corte de verbas do IFAM vai fazer com que pare imediatamente parte da merenda escolar, a manutenção e limpeza das unidades do interior e Manaus, o transporte escolar e a segurança. Esses serviços essenciais deverão ser paralisados nos próximos e esse corte pode tornar impossível o funcionamento do Ifam”, disse Alessandra.

A deputada definiu com uma “sandice” a cruzada ideológica perpetrada pelo ministro da Educação contra as universidades federais e institutos tecnológicos. Ela criticou duramente que tais medidas sejam orientadas pelo dublê de filósofo Olavo de Carvalho, que é uma espécie de guru do presidente Jair Bolsonaro e de alguns dos seus ministros.

Expansão pode ser prejudicada

No Amazonas, o IFAM está em plena expansão com a implantação de mais dois campi no interior, nos municípios de Boca do Acre (distante 1.028 km de Manaus em linha reta) e Iranduba (distante 27 km de Manaus). Os investimentos, entretanto, agora estão em risco.

O Instituto Federal já conta com 15 campi, sendo três em Manaus (Centro, Distrito Industrial e Zona Leste), Coari (363 km), Lábrea (702 km), Maués (276 km), Manacapuru (68 km), Parintins (369 km), Presidente Figueiredo (117 km), São Gabriel da Cachoeira (852 km), Tabatinga (1.108 km), Humaitá (590 km), Eirunepé (1.160 km), Itacoatiara (176 km) e Tefé (523 km). As unidades proporcionam ensino profissional em todas as regiões do Amazonas com cursos da Educação Básica até o Ensino Superior de Graduação e Pós-Graduação Lato e Stricto Sensu.

Emendas

Este ano, a deputada Alessandra está destinando um total de R$ 300 mil em emendas para as unidades do Ifam em Presidente Figueiredo e Manacapuru. O primeiro município receberá R$ 200 mil para compra de equipamentos para o laboratório do curso de Engenharia em Aquicultura, enquanto o segundo terá R$ 100 mil para aquisição de equipamentos de Informática e Ciências.

Texto: Assessoria da Deputada

Comentários
você pode gostar também