Informações e Notícias de Parintins

Audiência Pública discute interiorização dos programas do Estado para desenvolver setor primário

Governo quer felicitar o acesso de produtores aos programas do setor primário

Apresentar os projetos da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e discutir melhorias para o desenvolvimento do setor primário em Parintins foram as principais questões abordadas na audiência pública realizada no auditório da Embrapa nesta sexta-feira, 03. Entidades, produtores rurais, Prefeitura de Parintins e representantes de órgãos do setor primário participaram do encontro com a equipe técnica da ADS.

O presidente da ADS, Flávio Antony Filho, ressaltou que a parceira com a administração do prefeito Bi Garcia está mantida e que a agência vai enviar novos materiais como tendas, cadeiras, mesas, jalecos e demais estrutura para atender produtores da Feira da Agricultura Familiar instalada na Praça dos Bois.

“É determinação firme do governador Wilson Lima que nós consigamos fazer a interiorização, escoar a produção e trabalhar o setor que apesar de pujante ficou relegado ao esquecimento e os produtores sem acesso às políticas públicas por não conhecerem os programas”, disse Antony.

Visitar os municípios e levar as informações é a meta.

“Estamos aqui para mostrar, explicar para que as pessoas entendam que para ter acesso às políticas basta ter certidão, selos de inspeção, participar de associação ou se organizar em cooperativas”, completou.

Fazendo parte do sistema Sepror, a ADS é o agente catalisador de negociações, é responsável pela comercialização dos produtos oriundos do setor primário e

atua fortemente com o Programa de Regionalização da Merenda Escolar (PREME). Em Parintins quatro entidades estão habilitadas para participar do PREME, mas a proposta é aumentar o número de produtores cadastrados.

No Programa de Regionalização do Mobiliário Escolar (Promove), Parintins se destaca como maior pólo do programa com nove moveleiros cadastrados do total de 42 em 21 municípios.

Balcão do agronegócio é outro onde a ADS coloca o produto em larga escala nos grandes atacadistas da capital como as redes Nova Era, Açaí, DB, Baratão da Carne que compram em grande quantidade. O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que é pago como recursos federais também está disponível.

O secretário da Sempa, Edy Albuquerque ressaltou a presença da equipe técnica da ADS em Parintins, que trouxe a mensagem do governo e a vontade de investir no setor primário de forma a contribuir para o desenvolvimento econômico do Estado.

Comentários
você pode gostar também