Boi Caprichoso une as mãos aos artistas para superar dificuldades e ser campeão

O Boi Caprichoso deu boas-vindas aos artistas plásticos que irão compor a equipe do projeto “Terra: Nosso Corpo, Nosso Espírito”, em encontro realizado no Auditório Norma Simões, no dia 10 de março. O presidente do bumbá, Jender Lobato, apresentou a metodologia de trabalho da gestão, com foco na humanização no galpão de alegorias e ateliês.

Ao esboçar o planejamento administrativo e as dificuldades enfrentadas nesta temporada, o dirigente azulado citou que a diretoria segue o mantra da toada “Guardiãs” ‘ninguém larga, ninguém solta a mão de ninguém’. Jender Lobato falou da dedicação em organizar o Boi, desde setembro de 2019, para oferecer condições dignas de trabalho aos artistas, dos quais pediu união.

O presidente declarou que não vai tolerar desperdícios no boi. “A obrigação de vocês (artistas) é fazer o melhor e a nossa é pagar em dia. Tenho certeza que vamos superar todas as expectativas no festival 2020. Preciso que todos vocês se doem por um Caprichoso grandioso e lindo. Eu confio em vocês para sermos campeões. Eu vou cumprir minha parte”, declarou.

O presidente do Conselho de Arte, Ericky Nakanome, afirmou que os nomes foram escolhidos com critérios estritamente artísticos, para participar da construção do Projeto Boi de Arena 2020. O conselheiro enfatizou que o intuito maior do bumbá é vencer o 55º Festival Folclórico de Parintins. Nakanome também anunciou mudanças para adequações, de acordo com a situação econômica do boi.

Foto: Arleison Cruz

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

-PUBLICIDADE-

Lancha Estrela de Nazaré