Boi Caprichoso visita e faz entrega de cestas básicas para famílias de áreas alagadas de Parintins

Parintins (AM) – Com a subida do nível dos rios e a possibilidade de Parintins ter uma das maiores cheias da história, os setores localizados na área azul do município são os mais atingidos pelas águas. Na véspera do Dia das Mães, o boi Caprichoso cadastrou por meio de seu setor social as genitoras caprichosas que moram nessas áreas e na manhã desta sexta-feira (07) realizou a ação social: “Mães d’água: Pontes de esperança”.

Durante a ação, o apresentador Edmundo Oran e o levantador Patrick Araujo cantaram toadas como “Matriarca”, “Ninguém gosta mais desse boi do que eu”, entre outras que emocionaram as mães que receberam o bumbá na porta de sua casa. O presidente Jender Lobato, o vice-presidente Karu Carvalho, assim como o presidente do Conselho de Arte Ericky Nakanome se revezaram na entrega das cestas básicas.

O Caprichoso esteve em casas na Vila Submarino, nos bairros Francesa, Santa Clara, Santa Rita de Cássia e Palmares. Na primeira residência contemplada, dona Juarecema Matos Barbosa se vestiu de azul e branco para receber seu boi. Ela se emocionou ao ouvir a toada Matriarca e receber a cesta básica. Caminhar nas pontes, passar por fiação elétrica muito baixa, passar pelas águas em áreas que não tinham pontes foram desafios para que o boi Caprichoso chegasse nas famílias. A dona Jucimar Colares ficou extasiada. “Meu Deus meu boi está na minha casa”, disse ela.

O abraço demorado de dona Marlene Paixão Santana amenizou a saudade que ela estava do boi Caprichoso. “Eu sempre fui na casa dele brincar, cantar e pular de alegria e hoje, pela primeira vez, ele vem na minha casa. Isso é tão importante pra mim”, disse ela em meio as lágrimas.

No bairro Palmares, dona Neuza Batista Silva, brincante da Cênica do Boi Caprichoso e com mais de 80 anos não aguentou as lágrimas e pediu por dias melhores. “Meu pretinho na minha casa me dá esperança de que tudo logo vai passar e vamos vencer esse mal que é o coronavírus”, disse.

Mais de 30 famílias foram contempladas com a ação do Caprichoso. Após visitar os bairros, a programação prosseguiu nas emissoras de rádio da cidade onde foram sorteadas cestas para mães sócias e torcedoras. O presidente Jender Lobato disse que a ação social alimenta a alma de todos e a presença do bumbá nas áreas baixas da Ilha ameniza a dor das pessoas que estão com saudade do Caprichoso, que perderam entes queridos e que vivem a esperança de dias melhores. “O Caprichoso cumpre o seu papel social e nós trouxemos o boi para matar a saudade dessas pessoas e nós trouxemos o alimento que é de dia melhores e tempos bons.”, frisou.

Benefícios

O presidente do Boi Caprichoso Jender Lobato informou ainda que está trabalhando para conquistar o auxílio emergencial para beneficiar os artistas azulados. “Estamos trabalhando bastante para contribuir com todos os colaboradores azulados que fazem o maior espetáculo da floresta que é do Boi Caprichoso”, concluiu.

Desde o início da pandemia, em 2020, o Boi Caprichoso já entregou aproximadamente 5 mil cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social.

Foto: Pedro Coelho