O Presidente Mateus Assayag (PL), em acordo com os Vereadores da Câmara Municipal de Parintins, vem adotando medidas de redução de despesas para manter em dia o pagamento salarial dos funcionários e dos serviços essenciais para o funcionamento da Casa Legislativa.

Entre as medidas, está a diminuição em 40% da cota mensal de gasolina destinada às atividades parlamentares. Sendo que nos meses de janeiro, julho e dezembro, período de recesso dos trabalhos em Plenário, a cota não será disponibilizada.

Passagens e diárias também não estão sendo utilizadas pelos parlamentares, os quais têm cumprido suas agendas fora da sede do município com despesas custeadas pelos próprios Vereadores. Vale ressaltar que os Vereadores da cidade de Parintins não recebem auxílio alimentação, auxílio fardamento, 13º salário e férias.

De acordo com o Presidente Mateus Assayag, assim como as famílias parintinenses, a Câmara Municipal também teve o orçamento afetado com a crise econômica, em função da Pandemia da Covid-19. Com isso, o repasse financeiro foi comprometido.

Do montante anual que será repassado ao Legislativo, a previsão deste ano para despesas com folha de pagamento, auxílio alimentação, auxílio fardamento, décimo terceiro salário, férias e a contribuição patronal, equivale a 91,37% e, apenas 8,63%, proporcional a R$ 39.220,78/mês, é destinado à execução das despesas administrativas e de manutenção da Câmara.

“Então, para não afetar o salário e os benefícios dos servidores da Casa, efetivos e comissionados, o colegiado de Vereadores definiu pelo corte de gastos, abrindo mão de diárias, passagens e corte na cota de gasolina, o que é uma necessidade para o bom desempenho das atividades legislativas na zona rural. A Mesa Diretora fará tudo, dentro das possibilidades e da legalidade, para não atrasar vencimentos”, comenta Mateus Assayag ao ressaltar que cada Vereador mantém agenda de trabalho na cidade de Parintins, na área urbana e rural, e de compromissos em Manaus, levando propostas aos Governos do Estado e Federal.

Por Mayara Carneiro e Rozenilce Santos / Foto: Pedro Coelho