Mobilização deste sábado (19/06) ocorre em Manacapuru e Novo Airão

Ao acompanhar o início do mutirão Vacina Amazonas para acelerar a vacinação contra a Covid-19 em Manacapuru, na manhã deste sábado (19/06), o governador Wilson Lima destacou a importância da imunização no combate à pandemia e disse que o Governo do Amazonas vai continuar mobilizando servidores e a estrutura do Estado para agilizar a aplicação das doses de vacinas.

“Nós vamos vacinar aqueles que têm acima de 30 anos, tanto em Manacapuru quanto em Novo Airão. No município de Parintins, nós vamos começar a fazer essa vacinação a partir de 25 anos de idade. E a nossa meta, se a gente tiver uma frequência de recebimento de vacinas, é que a gente possa vacinar toda população adulta a partir de 18 anos com a primeira dose, até o final do mês de agosto”, declarou o governador no 9º Batalhão de Polícia Militar em Manacapuru, um dos três locais que funcionam como ponto de vacinação.

Neste sábado, além de Manacapuru, o mutirão Vacina Amazonas, realizado em parceria entre o Governo do Amazonas e as prefeituras municipais, acontece também no município de Novo Airão, das 8h às 17h. Para essa ação, a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) disponibilizou doses do imunizante AstraZeneca, sendo 8.560 doses para Manacapuru e 1.430 doses para Novo Airão.

O público que deve se dirigir aos pontos de vacinação é a população com 30 anos de idade ou mais, sem comorbidades. É preciso levar documento pessoal original com foto, CPF e comprovante de residência (original e cópia).

Pontos de vacinação – Em Manacapuru foram montados 17 pontos de vacinação em três locais. Além do 9º Batalhão de Polícia Militar, que funciona em sistema drive-thru, também haverá vacinação no Serviço Social do Comércio (Sesc) e no Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Prefeito Washington Luis Régis da Silva.

Em Novo Airão serão quatro postos na praça Hugo Carlos Frederico (a praça dos Dinossauros). E a ação será executada exclusivamente pelos profissionais do município.

Mais de 200 servidores de diversas secretarias do Governo do Amazonas estão envolvidos nesta ação. São equipes de vacinadores, técnicos para triagem, cadastramento e apoio logístico, além daqueles que terão a atribuição de fazer o transporte, fornecer alimentação das equipes e garantir a segurança da ação nos municípios.

Wilson Lima ressaltou que a vacina é a arma mais poderosa contra a Covid-19 e que todos os esforços do Governo do Estado estão voltados à aceleração da imunização no Amazonas, conforme mais remessas de vacinas sejam disponibilizadas pelo Ministério da Saúde.

“O que a gente percebe é que há um anseio muito grande das pessoas pela imunização, para receber a vacina. Nós estamos recolhendo tudo que a gente tem de vacina, de reserva técnica, utilizando o máximo que a gente tem para levar àqueles municípios onde há maior necessidade de vacinação, como é o caso aqui de Manacapuru, que é um município perto da capital”, declarou.

Vacina Amazonas – Nos dias 12 e 13 deste mês, Manaus foi o primeiro município a receber o mutirão Vacina Amazonas. Em mais de 32 horas, com alguns pontos de vacinação abertos de forma ininterrupta, mais de 141 mil pessoas receberam a primeira dose do imunizante contra a Covid-19.

Depois de Manacapuru e Novo Arião, Parintins será o quarto município a receber a operação, no dia 26 de junho. A previsão é que sejam vacinadas pessoas a partir de 25 anos sem comorbidades.

Segundo o Programa Nacional de Imunização, da FVS-AM (PNI/FVS-AM), 1.648.208 doses foram aplicadas em todo o estado até esta sexta-feira (18/06), sendo 1.127.921 de primeira dose e 520.287 de segunda dose. A informação está disponível no site da FVS-AM, com acesso pelo https://bit.ly/3xv3TkG.

As informações consolidadas pela FVS-AM são das secretarias municipais de saúde, responsáveis pela operacionalização da imunização contra Covid-19 em suas cidades.