Em nova iniciativa de conscientização ambiental, Faar adere ao projeto ‘Mão no Papel’

Pensando no consumo sustentável, a Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) decidiu aderir ao projeto “Mão no Papel”, idealizado pela Imprensa Oficial do Amazonas (IOA) e que trata da reciclagem do papel utilizado na fundação. Assim, a partir de agora, todos os setores da Faar contarão com uma caixa para o recolhimento do papel usado seria destinado ao lixo.

Ao abraçar a iniciativa, o objetivo da Faar é continuar trabalhando a conscientização de funcionários, frequentadores do complexo esportivo e até mesmo da comunidade do entorno da Vila Olímpica de Manaus, para que descartem de forma responsável e consciente o papel utilizado, contribuindo para a sustentabilidade e o cuidado com a natureza.

Ao final de cada mês, o material separado em cada setor será entregue ao Posto de Entrega Voluntária (PEV), localizado também no bairro Dom Pedro, bem próximo da Vila Olímpica. Para o diretor-presidente da Faar, Caio André de Oliveira, a medida será positiva não apenas do ponto de vista ambiental, mas também para administração pública estadual.

“O ‘Mão no Papel’ é um excelente projeto, que viabiliza uma mudança de hábitos da sociedade. Essa ação pretende conscientizar a todos da Fundação sobre o uso do papel, que além de gerar uma grande economia aos cofres públicos, também contribui para termos uma sociedade mais conectada com a natureza”, afirmou.

Entre os papéis que podem ser reciclados estão jornais, sacos, cadernos, papel de escritório, aparas e papelão, mas todos devem estar limpos. Já os não recicláveis são o papel engordurado, carbono, celofane, papel plastificado, papel higiênico, papel-toalha, papel parafinado (utilizado em máquinas de fax), adesivos, etiquetas e fita crepe.

Para o chefe de departamento da Faar, Edson Marques, a Fundação tem buscado implantar no dia a dia do local, por meio de pequenas iniciativas como essa, a cultura da sustentabilidade. “Aqui na Vila sempre buscamos mostrar às pessoas que a educação ambiental começa com gestos simples, mas que tem um significado imenso. Começamos essa conscientização com o ‘Espaço PET’ e vamos dar continuidade com o projeto ‘Mão no Papel’”, ressaltou.

Espaço PET – Com uma estrutura feita de material reciclado, a Faar deu início em novembro de 2019 à coleta de garrafas plásticas, com a criação do “Espaço PET”. Funcionários, colaboradores e moradores das redondezas da Vila Olímpica de Manaus aderiram à campanha e passaram a depositar esse material, que vem sendo recolhido.

Ao todo, mais de 6 mil garrafas plásticas já foram recolhidas no espaço, número significativo, uma vez que esse material deixa de estar nas ruas e nos rios da cidade, amenizando os impactos ambientais que o plástico causa ao meio ambiente, por ser um material de difícil decomposição.

FOTO: Mauro Neto/Faar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

-PUBLICIDADE-

Lancha Estrela de Nazaré