Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Em três municípios do AM, ‘Turismo em Movimento’ promoveu mais de R$ 800 mil em negócios

Ação tem o objetivo de fortalecer e preparar os prestadores de turismo

A programação do ‘Turismo em Movimento’, realizada nos municípios de Presidente Figueiredo, Novo Airão e Rio preto da Eva, promoveu mais de R$ 817 mil em perspectiva e de negócios efetivados. A ação foi promovida pelo Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae AM) e prefeituras municipais.

O presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho, disse que são ações como essa que o Governo do Estado vem trabalhando para fortalecer e preparar os prestadores de turismo para a retomada do setor no pós-pandemia, apesar de o Brasil ainda estar em pandemia. Litaff ressalta que a instituição está buscando mecanismos e formas de fazer a retomada de forma segura, mas que de fato promova o setor.

“O ‘Turismo em Movimento’ é uma ação de governo, uma ação com a determinação do governador Wilson Lima da interiorização dos recursos, do desenvolvimento do turismo nos municípios que estão no mapa do turismo brasileiro. É uma ação de fundamental importância porque leva Sebrae, agentes financeiros, grupos do trade do turismo da capital e de outros municípios. Isso gera uma interação entre todos aqueles que participam do turismo em determinados municípios e até agora já gerou algo em torno de R$ 800 mil em negócios”, disse o presidente da Amazonastur.

Durante as atividades nos três municípios, 80 prestadores de serviços turísticos foram alcançados. A promoção comercial ocorreu durante a ‘Sessão de Negócios’, que tinha o objetivo de aproximar operadores de Manaus e dos municípios para que pudessem negociar potencialidades, parcerias de mercado e comerciais.

“O resultado dessa atividade é fruto do esforço dos técnicos da Amazonastur, com o apoio do Sebrae e das prefeituras municipais, além dos outros parceiros. A união das instituições, principalmente nesse momento de pandemia, é essencial para que possamos dar condições de investimento e fomento ao turismo, um dos setores mais afetados pelo novo coronavírus”, disse o presidente da Amazonastur.

Negócios – Na cidade de Rio Preto da Eva, a perspectiva de negócios chegou a R$ 240 mil, em Presidente Figueiredo R$ 292.555, e em Novo Airão, R$ 284 mil. A projeção dos acordos comerciais gerados durante o evento foi apontada pelo Departamento de Estatística da Amazonastur, por meio de pesquisa aplicada nas três cidades.

Em Presidente Figueiredo, as atividades ocorreram nos dias 15 e 16 de junho; em Novo Airão, no dia 23 de junho; e em Rio Preto da Eva, nos dias 29 e 30 de junho.

Além de orientação mercadológica e de financiamento, o ‘Turismo em Movimento’ contou com atendimento do Cadastur, por meio da regularização, orientação e divulgação de protocolos de biossegurança.

A programação também foi realizada em parceria com o Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), além do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas e Comissão de Turismo, Fomento e Negócios da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

O analista de negócios do Sebrae Amazonas, Fábio Souza, destaca que a parceria com a Amazonastur é de longa data. “Eu estou conversando com os operadores constantemente e está sendo muito positivo o retorno. A gente entende que a pandemia atrapalhou um pouco, mas aos poucos o turismo vai voltar ao normal, por enquanto de forma regional, e muito em breve de forma internacional”, acrescentou Fábio.

FOTO: Larissa Holanda e Daniel Bernardes.

você pode gostar também
Comentários
Loading...