Parintins Notícias
Notícias de Parintins

FUnATI lança Calendário de aulas com o uso de novas tecnologias

As aulas continuarão no sistema remoto até a oferta de vacinação para os idosos

A pandemia mudou os planos de mais de dois mil alunos matriculados no primeiro semestre deste ano na Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI). A instituição, que se antecipou na suspensão de suas aulas devido à pandemia, se adaptou para oferecer novas metodologias de ensino e atividades de extensão através de suas redes sociais e novos canais de comunicação.

Além das atividades à distância, os alunos também contaram com os serviços do programa de Telessaúde com atendimentos de atenção básica, que incluíram serviços de acompanhamento médico, psicológico, assistência social, entre outros.

Para acompanhar esse novo cenário na espera de uma imunização e prevenção à Covid-19, a FUnATI, em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), contou com a experiência dos estúdios da VAT (empresa parceira na transmissão das aulas) para lançar um novo programa de atividades voltados para pessoas acima de 50 anos de idade.

As aulas serão disponibilizadas no canal do YouTube da instituição durante o primeiro semestre de 2021. As vídeos-aulas estão sendo gravadas em um ambiente totalmente virtual e integrados com uso de tecnologias com interações entre os professores e um ambiente novo de aprendizado.

Atividades de extensão: As atividades de Oficinas Livres são um dos pilares das ações da FUnATI desde o seu surgimento como UnATI/UEA, e são atividades que incentivam a integração social, cultural e de lazer. Estas atividades sempre aconteceram de forma presencial, mas com a atual situação de pandemia foi necessário um novo planejamento para oferecer as modalidades de atividades à distância.

Durante o primeiro semestre não será necessária à inscrição presencial, basta o aluno se inscrever no canal do YouTube (Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade) e acompanhar as aulas na playlist “Atividades de extensão na sua casa”.

O lançamento da primeira aula será disponibilizado nos dias 9,10 e 11 de dezembro com a atividade de Artesanato, com três vídeos-aulas, apresentados pela professora Psicóloga e Arte Terapeuta, Elane Vieira, que mostrará o passo a passo de três peças Natalinas.

Para os próximos meses serão disponibilizadas também vídeos-aulas de Pilates, Espanhol, Teatro, Fisioterapia Preventiva, Equilíbrio Corporal, Tai Chi Chuan, Dança e Geronturismo.

Atividades de ensino: Para os universitários e profissionais interessados nos estudos do envelhecimento, a instituição também oferecerá educação à distância com o curso de noções básicas em gerontologia, que visa o melhor atendimento da pessoa idosa para a promoção da sua saúde, qualidade de vida e manutenção de sua autonomia e independência. O curso com 30h será lançado também no primeiro semestre de 2021 com acompanhamento de intérpretes de Libras para as pessoas com deficiência auditiva e surdos e usuários da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

O reitor da FUnATI, Euler Esteves Ribeiro, destaca a parceria com os Centros de Mídia da UEA e a empresa VAT para continuar promovendo ensino e atividades de extensão à distância neste período tão difícil que vivemos. “A prioridade é proteger a saúde dos alunos e ao mesmo tempo oferecer qualidade de vida através das atividades oferecidas pela FUnATI. Estamos nos adaptando a uma nova realidade, a pandemia mostrou a importância de envelhecermos com mais saúde tanto a física quanto a mental e não medimos esforços para promover a saúde e educação de nossos alunos”, afirmou.

A Coordenadora de extensão da FUnATI, Stella Torres, relata a importância da ajuda familiar aos idosos para o uso das novas tecnologia. “A FUnATI já oferecia em sua grade cursos de utilização de smartphones e redes sociais, o que ajudou boa parte dos nossos alunos, porém muitos ainda precisam do apoio dos netos para acessarem às vídeos-aulas, com um pouco de paciência eles vencem a dificuldade inicial e passam a aproveitar este novo mundo de descobertas através da internet”, destacou.

Foto: Divulgação/ Edimilson Pereira

você pode gostar também
Comentários
Loading...