Idam atua na entrega de mais de mil Cartões do Auxílio Estadual em Codajás

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) atuou na entrega de mais de mil Cartões do Auxílio Estadual, de 18 a 22 de fevereiro, no município de Codajás (distante 240 quilômetros de Manaus). A ação faz parte do programa Cartão do Auxílio Estadual, criado pelo governador Wilson Lima, com o objetivo de garantir a segurança alimentar de famílias em situação de extrema pobreza e fomentar a economia local, durante a pandemia da Covid-19. O município de Codajás foi contemplado com a entrega de 1.035 cartões.

De acordo com a gerente da unidade local do Idam em Codajás, Valderline de Souza, a participação do Idam nesta atividade é de suma importância, já que o Instituto tem escritório em todo o interior do Amazonas. “O cartão ameniza o impacto da pandemia no Estado e em Codajás. Ele proporciona renda às famílias em vulnerabilidade, incluindo, pescadores e agricultores, que estão passando por dificuldade nesse momento”, completou.

A ação do Idam em Codajás foi realizada em parceria com a Prefeitura Municipal, Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) e Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), e ocorreu nas comunidades do Badajoz, Miuá, Murituba, Salsa, Urucurizinho, Caiana e na sede do município.

Cartão Emergencial – De acordo com o governo do Estado, o cartão dá direito a um crédito de R$ 600, divididos em três parcelas de R$ 200. O valor pode ser usado exclusivamente na compra de itens da cesta básica, além de materiais de higiene e limpeza. A expectativa é de beneficiar 100 mil famílias em todo o estado. Isso significa a injeção de R$ 60 milhões na economia no período de três meses.

O site www.auxilio.am.gov.br está disponível para consulta dos beneficiários. Para a seleção das 100 mil famílias beneficiárias do Auxílio Estadual, o Governo do Amazonas utilizou a base de dados do Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal, tendo como mês de referência novembro de 2020.

FOTO: Divulgação / Idam