Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Instituto da Mulher Dona Lindu muda fluxo de atendimento ambulatorial

Mudanças passam a valer a partir do dia 1º de julho

O Instituto da Mulher Dona Lindu (IMDL) altera, a partir de 1º de julho, o fluxo de atendimento ambulatorial na unidade. Pacientes com perfil de atendimento clínico ginecológico não urgente serão encaminhados para acompanhamento em Unidades Básicas de Saúde (UBS) e os agendamentos de avaliação cirúrgica ocorrerão via Sistema de Regulação.

“Todos os dias recebemos, na nossa porta de entrada, mulheres com sintomas muito leves, como coceira vaginal, dor abdominal moderada e até causas não relacionadas à ginecologia que poderiam ser tratadas em uma consulta ambulatorial na atenção básica, mas que acabam impactando no fluxo de atendimento dos casos mais graves”, relata a diretora da unidade, Dalzira Pimentel.

Para isso, a equipe do instituto, alinhados com a Central Única de Regulação e Agendamentos de Exames de Consultas (Cura), definiu os critérios para atender melhor os pacientes que buscam atendimento na unidade.

Foram definidos que as consultas para avaliação cirúrgica ginecológica serão por encaminhamento do médico ginecologista da UBS, por meio de agendamento via Sisreg.

Os demais atendimentos na urgência e emergência para ginecologia, obstetrícia, mastologia e o atendimento de vítimas de violência sexual permanecem normal.

O Instituto da Mulher atende nas especialidades de ginecologia, obstetrícia, mastologia, neonatologia, suporte psicológico, serviço social, Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS) e abortamento legal.

FOTO: Divulgação

você pode gostar também
Comentários
Loading...