Mulheres de Parintins participam de Semana da Juventude em Coari

O Coletivo de Mulheres Artistas TaMo Juntas – TMJ de Parintins, participa da 3° Semana da Juventude de Coari. O evento, que acontece de 10 a 15 deste mês, tem como objetivo conhecer as demandas da Juventude daquela cidade podendo assim implementar políticas públicas para os jovens.

Nesta edição, a Semana conta com o tema “Juventude em Movimento” e como nas outras edições a cultura Hip Hop é destaque com as (batalhas de Breaking) contando com a participação de b-boys e b-girls (categoria de dança do grupo parintinense). A participação de Parintins veio através do convite do secretário da Semjel de Coari, Markeyson Santos que está dando todo apoio e suporte que os jovens precisam no evento.

“É muito importante que elas tenham essas primeiras experiências e que através da dança breaking consigam levar um pouco do que é o Movimento Hip Hop da cidade de Parintins”, disse a coordenadora do Coletivo de Mulheres Artistas de Parintins, Nita Paes.

As meninas parintinenses se apresentam em Coari e também concorrem com dançarinos de Manaus. Toda logística da viagem foi possível através das próprios esforços das mulheres do Coletivo e suas famílias com auxílio do Instituto Cultural Ajuri, no projeto Grito da Periferia, que incentiva manifestações artísticas e culturais em Parintins.

Para Nita, além de uma conquista artística, o grupo consegue maior espaço social e de luta em favor da mulher. “As mulheres estão cada vez mais conquistando seu espaço na sociedade e na cultura Hip Hop de Parintins estão tendo papel de destaque”, ressalta.

A coordenadora aponta avanços que o grupo vem apresentando ao longo do tempo. “O Coletivo de Mulheres Artistas TaMo Juntas – TMJ de Parintins tem o objetivo de integrar mulheres de diferentes linguagens, valorizá-las e visibilisá-las dentro do movimento artístico-cultural de resistência que é o Hip Hop. Atualmente, temos integrado dançarinas e artistas visuais e para nós é de suma importância que todas as nossas mulheres espandam cada vez mais a nossa arte e se tornem reconhecidas dentro do nosso Estado e fora dele”, finalizou.

Foto: Divulgação
Eldiney Alcântara

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui