The news is by your side.

Nêga Alencar critica gasto de R$ 500 mil com show enquanto falta investimento na educação e saúde

A vereadora Nêga Alencar (PSD) usou a tribuna da Câmara Municipal de Parintins, na terça-feira, 4 de junho, para cobrar da Prefeitura Municipal o cumprimento imediato da revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos profissionais do magistério municipais, atrasado desde 2010. Nêga afirmou ser inadmissível a contratação de um show da cantora Anitta para a Festa dos Visitantes no valor de R$ 500 mil e não se ter recursos financeiros para investir na valorização dos professores municipais, na educação e na saúde pública.

A vereadora Nêga Alencar lembrou que no dia 19 de março deste ano, solicitou da Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria de Educação, o processo de revisão do PCCR do magistério municipal. Ela pontuou que a revisão é extremamente importante para a valorização dos profissionais da educação e deve levar em consideração a remuneração justa e condições dignas de trabalho.

“Inclusive, os membros do sindicato reuniram com o prefeito em janeiro e foi formada uma comissão para a revisão. No entanto, até o momento, não foi cumprido nenhum acordo. Precisamos garantir a valorização profissional desta categoria.

A vereadora questionou a constante massificação por parte do prefeito Bi Garcia de que Parintins é uma cidade turística, quando na verdade não se tem uma política séria de exploração do potencial turístico do município.

“Falta gestão. Então, é melhor rever essa situação, porque estamos longe de ser uma cidade turística. Mas, a gente precisa caminhar para ser realmente uma cidade turística”, disse.

Nêga Alencar questionou como se pode organizar uma cidade se não tem uma organização de gestão dentro do município, onde se pode gastar R$ 500 mil para contratar um show para os turistas e não pode investir na educação.

“É inadmissível isso minha gente. Principalmente quando se diz que existe uma constante crise no município. O que está acontecendo é uma maquiagem, uma politicagem dentro do município de Parintins. Não se tem um concurso público, não se tem um investimento para que a juventude entre no mercado de trabalho, não se tem o aquecimento do comércio”, afirmou.

Prosseguindo seu pronunciamento, Nêga voltou a questionar o gasto de R$ 500 mil com show musical, seja pelo Governo do Estado, seja pela Prefeitura de Parintins.

“Se você entrar no comércio local, no comércio que você entrar, todo mundo diz: não tem dinheiro na cidade, não está circulando dinheiro na cidade. Estamos e junho e cadê o dinheiro que aquece a economia?”, finalizou Nêga Alencar.

Texto: Assessoria Parlamentar – Nêga Alencar (PDS) / Foto: Pedro Coelho

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.