No Amazonas, “Aprova Brasil” finaliza atividades do ano envolvendo 52 mil estudantes

Meta para 2020 é ampliar a quantidade de escolas atendidas pelo projeto e inserir novos programas pedagógicos

Um encontro entre a Gerência de Educação Básica regular e professores participantes do “Aprova Brasil” foi realizado na manhã desta quarta-feira (06/11), no Centro de Formação Profissional Padre José Anchieta (Cepan), na sede da Secretaria de Estado de Educação e Desporto. A reunião encerrou as atividades do projeto, que este ano atingiu 52 mil estudantes da Secretaria de Estado de Educação e Desporto.

Professores de Português e Matemática do 4º, 5º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental participaram do encontro e assistiram às palestras dos professores Maria Regina Vieira, de Português, e José Alcântara Filho, de Matemática. Ambos são pesquisadores de metodologia e são vinculados à Secretaria de Educação e Desporto.

A gerente de Ensino Regular, Sirlei Baima, disse que o objetivo das palestras é motivar os docentes. “É para que o professor saia daqui restabelecido, sabendo que finalizamos o percurso, mas ainda temos muita coisa para fazer ano que vem. Temos muitas melhorias para propor, muita lição de casa para trabalhar com os meninos, porque essa é nossa função”, destaca.

Programa – O projeto busca incentivar competências leitoras e matemáticas, por meio de exercícios e simulados, contribuindo para que os alunos tenham um melhor desempenho nas avaliações internas e externas. As atividades estão dispostas em livros didáticos, com exercícios de matemática e língua portuguesa voltados para o desenvolvimento de habilidades de resolução de problemas e simulação de avaliações nacionais.

O material foi apresentado a professores de 232 escolas estaduais, sendo 129 de Manaus, 66 da Região Metropolitana, e 37 do Baixo Amazonas, dos municípios de Parintins, Barreirinha, Nhamundá e Maués. No total, 52.212 alunos participaram do projeto neste ano.

O projeto entrou em vigor em junho, e desde então foram realizados três encontros de formação para os professores participantes. Os dados serão tabulados para apreciação e verificação dos resultados.

“É o momento de a gente auxiliar na consolidação das habilidades. Se esse aluno ainda não processou as habilidades mínimas para prosseguir o percurso estudantil, esse é o momento de a gente propor uma estratégia que vá realmente garantir essa aprendizagem”, ressalta Baima.

O objetivo da Gerência de Educação Básica para 2020 é não só continuar o projeto, mas ampliá-lo, além de inserir outros projetos pedagógicos.

FOTO: Cleudilon Passarinho/Secretaria de Estado de Educação e Desporto

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Educação e Desporto: Lívia Anselmo (99434-1005), Martha Bernardo (98151-4487) e Lorena Furtado (98127-7842).

Comentários
Loading...