O Site de Notícias de Parintins

Pela primeira vez, servidores administrativos da Educação recebem abono do Fundeb

Ao todo, Governo do Amazonas rateou cerca de R$ 142,6 milhões para 26,7 mil profissionais da rede estadual

Nesta terça-feira (29/12), pela primeira vez, mais de 6 mil servidores administrativos da Educação foram contemplados com o abono do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), no Amazonas. Ao todo, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, rateou cerca de R$ 142,6 milhões para 26,7 mil profissionais da rede estadual.

Assistente administrativo da Escola Estadual de Tempo Integral (Eeti) Djalma Batista Cunha, Éder de Souza festejou a decisão do governador Wilson Lima de incluir, também, os servidores administrativos no grupo dos profissionais contemplados pelo Fundeb. “Fico muito feliz com essa decisão, pois também somos peças fundamentais na Educação”, reforçou Éder.

De acordo com ele, ainda, muitas vezes os servidores administrativos atuam como o “coração da escola”. “Professores e alunos são essenciais, porém somos nós que organizamos e damos aparato para que esses profissionais possam desempenhar, da melhor maneira possível, seus trabalhos. (…) Para a gente, esse abono foi motivo de muita comemoração. Gostaria de agradecer ao governador Wilson Lima pela decisão”, acrescentou.

Para os professores e pedagogos, o abono foi pago no valor de R$ 4 mil para cada 20h de trabalho. Isso significa que profissionais com vínculo de 40h receberam R$ 8 mil, e aqueles com vínculo de 60h, R$ 12 mil. Os administrativos receberam parcela única de R$ 4 mil.

Servidora da Escola Estadual (EE) Osmar Pedrosa, Zaquilene Mendes trabalha há 15 anos como merendeira: “É a primeira vez que o nosso governador pagou o abono [do Fundeb] para a gente. Esse pagamento representa o reconhecimento do nosso trabalho diário, como peças importantes da Educação”, frisou.

Colega de profissão de Zaquilene, Moacir Lobato acredita que a Educação é formada por um conjunto de profissionais, que, juntos, atuam para elevar a qualidade do ensino no Amazonas. “No governo Wilson Lima, sentimo-nos vistos pela primeira vez. Essa decisão representa a valorização de uma categoria que, há muito tempo, luta pela Educação no estado”, finalizou o merendeiro.

FOTO: Lincoln Ferreira/Seduc-AM

Comentários
Loading...