Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Potencial econômico e produção sustentável do Babaçu são debatidos em audiência pública em Barreirinha

As alternativas econômicas que podem ser proporcionadas com a extração dos derivados do Babaçu foram debatidas em audiência pública realizada nesta terça-feira (15), na Agrovila de São João do Massauari, na zona rural de Barreirinha, localidade que detém grandes quantidades de árvores do fruto no Baixo Amazonas.

A iniciativa do evento foi da Comissão de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás, Energia e Saneamento da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), presidida pelo deputado estadual, Sinesio Campos, que esteve presente na comunidade.

Audiência pública realizada na comunidade Massauari

O evento contou com a presença do prefeito em exercício de Barreirinha, Ridson Barbosa, presidente da Câmara Municipal, Ronan Barbosa, junto com demais vereadores, secretários municipais, prefeito de Urucurituba, Claudenor Pontes, representantes do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Amazonas (IDAM) e do Banco da Amazônia (Basa), além de comunitário das comunidades da calha do rio Andirá.

A região do rio Massauari, dentro do território de Barreirinha, possui sete comunidades que abrangem de acordo com estudos técnicos e zoneamento feitos no ano de 2003, mais de 10 milhões de palmeiras adultas de Babaçu. As plantações naturais do fruto no município estão presentes em outros locais em abundância e nascem sem nenhum manejo agrícola ou uso de adubos químicos.

O presidente de São João do Massauari, Homero Júnior, acredita que o futuro reserva uma grande fonte de riqueza para a população de Barreirinha a partir do manejo do Babaçu. “Nós temos uma riqueza muito grande, que precisa ser comercializada. A calha do Massauari é repleta de árvores de babaçu e temos um potencial para desenvolver mais essa região a partir dessa matéria-prima”, citou.

Como meta de alavancar a economia e impulsionar novas fontes de renda para às famílias do município, o vice-prefeito, Ridson Barbosa, ressalta que o projeto vai dar uma melhor qualidade de vida a quem o aderir. “Esse projeto por exemplo, não agride o meio ambiente e um cacho pode dar até 4,2 mil frutos, então isso é garantia de sustentabilidade para centenas de famílias no município. Não tenho nenhuma dúvida que nosso potencial é muito grande”, disse Barbosa.

Os moradores de São João do Massauari demonstraram os produtos que podem ser feitos derivados do Babaçu que são: mingau, bolos, pães, petiscos a partir do bicho do coco do fruto, sequilhos e outros alimentos. O deputado estadual Sinésio Campos ficou maravilhado com a demonstração artesanal e demonstrou confiança no projeto para a região de Barreirinha.

“O cidadão mostrando que temos alternativas econômicas sem agredir o meio ambiente com o projeto de exploração sustentável do Babaçu é um exemplo e essa foi agenda oficial da Assembleia Legislativa do Amazonas juntamente com a Câmara Municipal de Barreirinha aqui em Massauari, já estamos nos preparando para levar esses produtos até Manaus, no dia 3 de agosto, e do dia 4 a 7 do mesmo mês, vamos ao Maranhão mostrar que a Amazonia e o município de Barreirinha tem Babaçu e de qualidade”, finalizou o deputado.

você pode gostar também
Comentários
Loading...