Quermesse Beneficente em prol a saúde de Lourdes Ferreira

Maria de Lourdes Ferreira da Silva é natural do município de Parintins-AM, onde reside com o seu esposo Douglas e sua filha Manoela. É Assistente social, egressa da UFAM, campus Parintins. Tem 32 anos e está no quarto mês de gestação.

Em janeiro de 2019, Lourdes foi diagnosticada com um Macroadenoma Hipofisário (tumor cerebral de grande dimensão, localizado na base do crânio, especificamente na hipófise, local onde os hormônios são produzidos).

Apesar do tamanho do macroadenoma (tumor) não havia necessidade de cirurgia, por isso a intervenção foi clínica, à base do medicamento cabergolina. Em menos de 6 meses a Prolactina (conhecida como hormônio do leite, que em função do tumor estava bastante alterada) estava equilibrada, indicando uma possível cura.

Em setembro, do mesmo ano, acreditando que tudo estava normalizado, Lourdes engravidou. No entanto, seu quadro de saúde é bastante delicado, pois à medida que a gestação avança o tumor também tende a crescer, pois na gravidez a prolactina é produzida naturalmente pelo organismo, mas o aumento da prolactina incide diretamente no crescimento do tumor.

Pelo fato de estar grávida não pode tomar a medicação para o controle da prolactina e nem fazer ressonância magnética para acompanhar o macroadenoma. Em Parintins-AM, cidade onde Lourdes reside, não há recurso e nem suporte médico para sua situação. Esta recorreu a profissionais de Manaus, mas não obteve respostas efetivas sobre sua situação.

No entanto, em São Paulo há profissionais na área de Endocrinologia e Neurocirurgia que tem larga experiência e fazem estudos científicos de situações como a dela. Lá poderá receber atendimento específico e, se for o caso, passar por intervenção cirúrgica.

Precisamos correr contra o tempo, pois a gravidez é de alto risco, podem surgir várias complicações. Lourdes precisa estar em um local com UTI, para assegurar a sua vida e a do bebê, caso surja alguma complicação durante o parto. Além disso, deve viajar, no máximo, até março, pois a partir do 7° mês de gestação não poderá mais realizar nenhum tipo de viagem.

Dessa forma, seus amigos estão se mobilizando para que Lourdes consiga o mais rápido possível recursos que possam lhe ajudar em seu tratamento. Fazemos um apelo a todos que puderem contribuir. Seremos imensamente gratos!

Fonte: facebook.com/lourdes.ferreira.7731

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui