Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Sejusc intensifica campanha ‘Não troque a infância por moedas’ nos shoppings e terminais de ônibus

Campanha segue com ações na capital até sexta-feira (17/09)

Para intensificar e conscientizar a população sobre a mendicância infantojuvenil, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), por meio da Secretaria Executiva de Direitos da Criança e Adolescente (Sedca), continua com a campanha “Não troque a infância por moedas” nos shoppings e terminais de integração de Manaus.

A ação ocorre em pontos estratégicos da cidade, como os shoppings Manauara, Amazonas, Ponta Negra, Sumaúma, Via Norte e Grande Circular, além dos terminais da Cidade Nova, Jorge Teixeira e São José.

Para a secretária titular da Sejusc, Mirtes Salles, a campanha reforça ainda mais a preocupação do Governo do Estado para com as crianças e adolescentes.

“Conscientizar a população sobre não permitir que as crianças vivam em situação de vulnerabilidade social é nosso primeiro passo. Por isso, estamos trabalhando firmemente nessa campanha em todas as zonas de Manaus, a fim de conseguir conscientizar o maior número de pessoas”, disse Mirtes.

De acordo com o secretário executivo de Direitos da Criança e Adolescente (Sedca), Emerson Lima, a campanha teve uma grande aceitação por parte da sociedade. Ele ressaltou ainda que o Conselho Tutelar busca apoiar essas crianças que vivem em vulnerabilidade social.

“Ontem (15/09), pude observar a atuação do Conselho Tutelar em alguns pontos da cidade. A ideia é criar um fluxo de atendimento para essas crianças e adolescentes que vivem diariamente nas ruas e que, assim, a secretaria possa dar um retorno positivo para a população”, explicou o secretário.

Programação – A campanha “Não troque a infância por moedas”, seguirá até sexta-feira (17/09). As atividades são desenvolvidas nos horários das 11h30 às 13h30 e das 18h às 20h, nos shoppings; e das 16h30 às 19h, nos terminais.

Apoio – A ação conta com a participação do Conselho Tutelar de Manaus, Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Ministério Público (MP), Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) e a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Combate ao trabalho infantil – A iniciativa da Sejusc se deve ao aumento do trabalho infantil que acontece diariamente. Permitir que alguém menor de 18 anos mendigue ou seja usado com essa finalidade para comoção pública é crime previsto no inciso IV do art. 247 do Código Penal Brasileiro. Para denúncias, é só ligar no disque 100 ou no 0800 092 1407.

FOTO: Denise Pêgo e Eduardo Santos/Sejusc

você pode gostar também
Comentários
Loading...