Informações e Notícias de Parintins

Show Didático: Festival Afro-Amazônico promove ação socioeducativa

O Festival Afro-Amazônico de Cultura Popular continuou nesta sexta-feira, 27, as atividades socioeducativas em Parintins. No Centro Educacional de Tempo de Integral, Ceti, aconteceu o Show Didático “Resistência Indígena”. Houve entrega de certificados e distribuição de panfletos informativos.

A atividade foi coordenada pela arte-educadora Wila Karenina. O objetivo é discutir sobre a importância e a defesa da cultura indígena. “O evento mostrou que podemos trabalhar a diversidade dos povos de forma respeitosa e única, bem como chamar a atenção do público para as religiões existentes na cidade.

Precisamos ter mais eventos como esse, já que somos tão reconhecidos mundialmente”, afirmou Wila.

O show didático contou com apresentação do Grupo Ajuri, que apresentou uma performance aliando música, poesia com conteúdos da cultura indígena e negra. “Através desse show a gente passou a mensagem de diversidade, contra a intolerância religiosa. Ainda tivemos a oportunidade de tocar com James Rios, que é um grande lutador da causa negra, um sambista consagrado de Manaus e da Bahia. É uma grande felicidade, uma grande honra”, disse o músico do grupo, Enéas Dias.

O Festival Afro-Amazônico é uma realização do Instituto Manaós em parceria com o Instituto Cultural Ajuri (INCA). No domingo, 29, no Ceti, o projeto se encerra com o show didático “Resistência Negra”. Segundo o produtor cultural, Marcos Moura, o Festival Afro-Amazônico “oportuniza o cumprimento de duas leis importantes: a 10.639 e a 11.645 que tratam do ensino obrigatório da história da cultura africana e afro-brasileira e indígena nas escolas. Então, cumpre uma função socioeducativa”.

Texto: Eldiney Alcântara
Fotos: Cláudia Ellen

Comentários
Loading...