Site oficial reúne materiais complementares do ‘Aula em Casa’

Página do projeto possui quatro perfis de acesso

Não foi somente o “Aula em Casa” que ganhou novidades no ano letivo de 2021. O site do projeto da Secretaria de Estado de Educação e Desporto também recebeu uma repaginada. Agora, o endereço eletrônico possui quatro perfis de acesso, todos com material específico destinado a um grupo da comunidade escolar. A página pode ser acessada no link http://www.aulaemcasa.am.gov.br.

Ao entrar no site, o internauta vai se deparar com os seguintes perfis: “Aluno”, “Professor” e “Gestor e Pedagogo”, além de “Programação e Recursos Midiáticos”. Neles, estarão disponíveis inúmeras ferramentas que servirão de suporte para o acompanhamento do “Aula em Casa”.

No perfil “Alunos”, os estudantes encontrarão informações sobre os canais e horários de transmissão do projeto, por cada nível de ensino; link para fazer o download dos Cadernos Digitais; e, ainda, atalhos para o Formulário de Atendimento do Aula em Casa (para tirar dúvidas ou enviar sugestões), e-mail para envio de material pedagógico e grupo no Telegram.

Já nas abas “Professores” e “Gestores e Pedagogos”, os educadores também terão acesso ao Formulário de Atendimento do Aula em Casa, e-mail para envio de material pedagógico e grupo no Telegram. A secretaria reforça que o Caderno Digital referente aos docentes é repassado a cada professor.

“A ideia da reformulação do nosso site é não apenas reunir todas as orientações e materiais disponíveis para o ‘Aula em Casa’, como também tornar a página o mais simples e intuitiva possível”, afirmou a gerente de Mídias e Conteúdos Digitais do Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), Sabrina Araújo.

Recursos digitais – No perfil “Programação e Recursos Midiáticos”, estão reunidos a programação das aulas, videoaulas para download e links para as principais ferramentas digitais da Secretaria de Educação, como canais do YouTube, app Aula em Casa e plataformas Saber+, Conquistar, Educação, Explicaê e Barsa na Rede, além de atalho para o site oficial do Cemeam.

FOTO: Lincoln Ferreira/Seduc-AM