The news is by your side.

Situação de moradores da ocupação do Pascoal Alaggio sensibiliza vereador Telo

A ocupação de terras no Pascoal Alaggio, Lady Laura e Castanhal foi base do pronunciamento do vereador Telo Pinto (PSDB). Em reunião, na segunda-feira (15), com membros da Associação da Ocupação do Pascoal Alaggio duas questões foram levantadas: a social e a regularização. Mediante conhecimento das demandas, expostas pela Associação, Telo apresentou Requerimentos Verbais nessa terça-feira (16) na Tribuna.

Aprovados por unanimidade, as solicitações foram destinadas à Prefeitura. Para a Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação (Semasth) requereu ações sociais, como distribuição de cestas básicas, atenção às gestantes e entrega de Kits Bebê. Para a Secretária de Saúde, pediu atendimento médico e de enfermagem, com consultas e orientações. À Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) solicitou limpeza das ruas. “Tem umas que são intransitáveis, nem que seja para jogar um caco, para tirar o alagado para as pessoas passarem”, relatou.

Ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) expôs pedido de mais pontos de distribuição para fornecimento de água potável, pois só dispõe de um para atender a todos. “A fila começa às 4:30 e se estende por toda a manhã para pegar com baldes para levar para suas casas”, enfatizou.

Rondas noturnas “para evitar a criminalidade” foi a solicitação feita à Polícia Militar. No local, “há o consumo de drogas excessivo, muito crimes, como roubos, espancamento, até mesmo pessoas drogadas causando problema à população”, comentou.

Quanto à regularização, o vereador informou que “a prefeitura de Parintins tem feito a sua parte. Já indenizou uma parte da ocupação, a do Lady Laura, mas, o Pascoal Alaggio ainda não há ainda uma negociação”. Foi traçada uma agenda de trabalho, entre elas, uma audiência com o prefeito Bi Garcia (PSDB), a fim de retomar a conversa ou até mesmo ir ao Governo do Estado “para entrar e, efetivamente, direta ou em parceria com a Prefeitura de Parintins, fazer resolver de forma efetiva a problemática. A partir disso, a Prefeitura pode entrar para realizar serviços de infraestrutura.

Texto: Clely Ferreira – Assessoria de Imprensa da Câmara / Foto: Simone Brandão

você pode gostar também
Comentários
carregando...