Informações e Notícias de Parintins

Sócios repudiam aprovação de contas do Boi Caprichoso

Durante Assembleia Geral Ordinária da Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso, na noite da última quarta-feira (07), no auditório Dom Arcângelo Cerqua, os sócios que estiveram presentes foram surpreendidos com a maneira como foi realizada a prestação de contas do Bumbá.

Antes mesmo de o encontro começar, logo na entrada, os associados tiveram que assinar duas atas, uma de presença e outra que possivelmente seria utilizada como aprovação das contas e que ao final da Assembleia, o atual presidente Babá Tupinambá, saiu pelos fundos, levando consigo as assinaturas, sem dar oportunidade para debate das contas da gestão, do período de 1° de setembro de 2018 a 31 de julho de 2019.

Após a apresentação das contas, sócios e ex -presidentes se manifestaram apresentando soluções para a formação de uma comissão, além da implementação do Portal da Transparência e inclusão da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no estatuto da associação, proposta pelo sócio João Vinicius Lago, que mesmo sendo aprovada pelos sócios presentes, ficou sem ser discutida por não estar na pauta da reunião.

Passou também pelo microfone aberto, a ex-presidente Márcia Baranda, também sócia, que questionou a postura da atual gestão, por não assumir postura de administrador e por atribuir a situação financeira da associação a gestões anteriores, deixando de resolver dívidas que só triplicaram durante os últimos três anos. Marcia ganhou total apoio devido suas colocações.

O sócio e artista de ponta, Juarez Lima, também repudia a atitude da atual gestão. O artista está indignado com a maneira que foi aprovada a contas do bumbá.

A forma com que foi realizada a assembleia deixou sócios e torcedores inconformados com o resultado. Para muitos, o presidente Babá Tupinambá não apresentou provas suficientes para aprovação e não deu oportunidade para debate com relação aos números apresentados. Após a assembleia, sócios e torcedores levaram suas indignações as redes sociais.

O candidato à presidência do Boi Caprichoso, Karu Carvalho, disse que “o que aconteceu na noite de ontem foi uma absoluta falta de respeito com todos os sócios. Pelo Caprichoso, eu poderia abrir mão da minha candidatura para formar uma comissão, mas agora, depois desse afronte com todos os sócios eu quero mesmo é seguir firme para livrar o nosso boi dessa situação. O atual presidente já usou R$ 700 mil para saldar dívidas dele, do orçamento do próximo Festival. Isso é uma sacanagem, além de ser uma irresponsabilidade”, acusou Karu.

Nas redes sociais, o ex-presidente do Boi Caprichoso, Ray Viana, lamentou o ocorrido com os seguintes dizeres. “OH MEU BOI! …Nada está perdido, apenas foi adiada tua independência! Ainda há tempo para, com responsabilidade, competência e VERDADEIRO AMOR, encontrarmos o melhor caminho para a continuidade de tua existência! Em algum lugar, haveras de encontrar verdes campos sem agrotóxicos e darás grandes alegrias aos que querem verdadeiramente ver o brilho reluzente de tua estrela! Simplesmente TORCEDOR!!!

Na manhã desta quinta-feira, o candidato Karu Carvalho esteve no escritório do boi Caprichoso para solicitar as atas e documentos, para assim juntamente com os demais sócios darem entrada no Ministério Público, mediante a decisão na assembleia de prestação de contas, mas o presidente Babá não disponibilizou a documentação.

Foto e Texto: Assessoria Karu Carvalho

Comentários
você pode gostar também