Susam e MPT discutem parceria com Hospital do Amor de Barretos para serviço de prevenção ao câncer

Uma parceria institucional entre a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Hospital do Amor de Barretos (SP) pode resultar na instalação de um instituto de prevenção de câncer do colo e de mama em Manaus.

Na última sexta-feira (07/02), o médico do Hospital do Amor, Raphael Luiz Haikel Júnior, participou de uma reunião na Susam para tratar do projeto. Estavam na reunião o secretário de Estado de Saúde, Rodrigo Tobias, e o procurador-chefe do MPT, Jorsinei Dourado.

Pelas tratativas, o projeto será financiado, em parte, por recursos oriundos de acordos na Justiça do Trabalho. À Susam, caberá oferecer o espaço físico onde o serviço funcionará.

O que o Hospital do Amor oferece na parceria é um serviço que ajuda a agilizar o diagnóstico de câncer do colo e de mama, em âmbito ambulatorial, conforme explica Rodrigo Tobias.

“Com o diagnóstico mais rápido, a doença é tratada no seu estágio inicial, o que baixa o custo do tratamento e, principalmente, aumenta a chance de cura da paciente. É uma ação exitosa para todos”, informa o secretário de Saúde.

Durante a reunião, Jorsinei Dourado explicou que é comum que recursos oriundos de multas e acordos com empresas condenadas na Justiça do Trabalho sejam revertidos em ações e obras na própria região onde a infração foi cometida.

Segundo o procurador, atualmente, há ações do MPT no Amazonas que resultaram em um valor considerável, que se encontra na Justiça e que pode ser revertido para o projeto na área de saúde.

“É um recurso de reversão em favor da sociedade, porque foi uma penalidade aplicada aqui, paga por uma empresa daqui do estado, e que a gente quer que seja revertida em favor da população do Amazonas”, explicou Jorsinei Dourado.

Na reunião, a secretária executiva adjunta de Atenção Especializada da Capital, da Susam, Dayana Mejia Sousa, apresentou uma unidade do Estado na qual pode ser instalado o serviço do Hospital do Amor.

A planta do espaço será encaminhada ao Hospital do Amor nesta semana, para que a área técnica do hospital de Barretos possa avaliar a viabilidade da implantação do serviço no local.

Uma vez viabilizado o projeto, o Hospital do Amor irá contratar pessoal do próprio Amazonas para atuar no serviço, informou Raphael Luiz Haikel Júnior. “Além da contratação, providenciaremos todo o treinamento de profissionais, em Barretos”, afirmou o médico.

Também participam das tratativas da parceria a procuradora do MPT, Ana Luiza Noronha Lima; a diretora-presidente da Fundação Hemoam, Socorro Sampaio; o diretor-presidente da Fundação Cecon, Gerson Mourão; e a médica da Fundação Cecon, Mônica Bandeira.

FOTO: Divulgação/Susam

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui