Unidades da Rede Estadual receberam mais de 46 milhões de EPIs na pandemia

Número corresponde ao abastecimento realizado pela Central de Medicamentos nos dois picos da Covi-19, na capital e no interior

As unidades de saúde administradas pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) receberam, de março de 2020 até 19 de janeiro de 2021, mais de 46,3 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). O balanço corresponde ao material entregue pela Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) desde o início das notificações de casos de Covid-19 no estado.

Fazem parte dos chamados EPIs: máscaras cirúrgicas, N95 e descartáveis, aventais, macacões, álcool 70%, luvas e outros. Ao longo de 2020, o setor de distribuição da Cema realizou a entrega de 31,8 milhões de EPIs às unidades de saúde da capital e 10,9 milhões para os hospitais situados no interior.

Já no primeiro mês de 2021, de 1º de janeiro até esta terça-feira (19/01), a dispensação do material para todo o estado do Amazonas já atingiu a quantidade de 3.540.426 Equipamentos de Proteção Individual enviados pela Central de Medicamentos.

Entre os itens de maior saída neste ano estão luvas nitrílicas e de procedimento, com dispensação de 2.608.900 unidades, seguido por máscaras cirúrgicas e descartáveis (439.750 unidades), toucas (170.300 unidades), aventais descartáveis (161.985 unidades), sapatilhas (146.700 unidades) e máscaras N95 (10.020 unidades).

A Central distribuiu ainda neste ano 1.970 macacões, 527 protetores faciais e 274 óculos de proteção. Segundo o coordenador da Cema, Cláudio Nogueira, os itens são enviados para as unidades com base em solicitações quinzenais feitas à Cema, por meio do Sistema Ajuri. A dispensação acontece a partir do requerimento e da disponibilidade em estoque.

“É pela plataforma que nós temos conhecimento do que está faltando nas unidades. Para que esse planejamento seja possível durante esse período de alto consumo de medicamentos, PPS e EPIs, a Secretaria de Saúde contratou 30 farmacêuticos para atuar em 11 unidades de saúde, destinados especificamente para fazer esse acompanhamento e auxiliar na programação de abastecimento pela Central”, informou ele, ao acrescentar a contratação de outros cinco farmacêuticos servidores do Estado para reforçar os quadros da Cema.

FOTO: Jamile Alves