Parintins Notícias

Parintins Notícias
Facebook
Twitter
WhatsApp

As ações da Vigilância Sanitária de enfrentamento à Covid-19, hemovigilância, avaliação de concentração química em água sanitária, implantação de sistema e segurança do paciente são os destaques do Amazonas nas produções científicas apresentadas no 9º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária (Simbravisa), realizado, até sexta-feira (24/11), em João Pessoa. 

O estado é representado pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas, por meio de profissionais de saúde do Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa) da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP). 

As produções estão diretamente relacionadas à atuação do departamento na Fundação, segundo ressalta a diretora-presidente da instituição, Tatyana Amorim. “Ao contribuir com os trabalhos no simpósio, a Fundação enfatiza a atuação na implementação de medidas preventivas, estabelecimento de protocolos eficazes e a busca por soluções para uma vigilância sanitária de excelência”, afirma. 

Além disso, os estudos e pesquisas compartilhados oferecem visão aprofundada sobre o compromisso contínuo com a melhoria das práticas de Vigilância Sanitária no Amazonas.

“Cada estudo apresentado reflete a dedicação dos profissionais do Devisa em conhecer melhor os desafios e os riscos relacionados aos produtos e serviços sob vigilância sanitária com foco no aprimoramento constante das ações de rotina”, enfatiza Jimmy Torquato, gerente de produtos do Devisa na FVS-RCP. 

Estudos científicos

As produções científicas incluem ações de Vigilância Sanitária na pandemia de Covid-19 a partir de monitoramento da qualidade de produtos, protocolos de segurança, ações na Central Integrada de Fiscalização, transporte interestadual e de alimentos para navios de carga durante a pandemia, além de estudos voltados à estruturas físicas dentro do contexto da doença. 

Na hemovigilância, que abrange os procedimentos voltados à melhoria da qualidade dos processos e produtos e aumentar a segurança do doador e do receptor de sangue, as apresentações destacam o transporte fluvial de concentrado de hemácias e o monitoramento de serviços de hemoterapia. 

Os demais trabalhos abordam a avaliação de teor de cloro presente em água sanitária, implantação de segurança do paciente no Amazonas e implantação remota do sistema de Informação dos Procedimentos de Vigilância Sanitária. 

Simbravisa

O 9º Simbravisa é realizado pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) em parceria com a Agência Estadual de Vigilância Sanitária da Paraíba. Conforme a Abrasco, o evento reúne cerca de 1500  pesquisadores, gestores e trabalhadores da Vigilância Sanitária de todo Brasil. 

Com o tema “Vigilância Sanitária: Direito à Saúde e o fortalecimento do SUS”, o encontro objetiva incentivar profissionais da área na sistematização de conhecimentos e promoção de troca de experiências em amplitude nacional. 

Relacionados