Parintins Notícias

Um encontro entre Antônio Thaumaturgo, representante da Receita Federal em Parintins, e o diretor administrativo da Associação Folclórica Boi Bumbá Garantido, Helen Veras, deu início às tratativas entre as duas instituições visando a doação de equipamentos e materiais de informática apreendidos para serem utilizados na Universidade do Folclore Paulinho Faria, centro de educação do Boi Garantido, que passa por adequação e será reaberto para atividades.

O diretor Helen Veras afirma que Boi Garantido desempenha um papel fundamental no desenvolvimento educacional e profissionalizante de crianças e outros membros atuantes do bumbá. A Universidade do Folclore Paulinho Faria, dispõe de cursos como informática, dança, artesanato, música, canto e outros, formando profissionais para atuar nas diversas áreas de trabalho, daí a necessidade de equipar a escola para os serviços que presta à comunidade.

“A parceria com a Receita Federal traz a oportunidade de impulsionar projetos da Universidade ao proporcionar que a instituição seja equipada com todos os materiais necessários para as aulas”, afirmou Veras.

Regularização fiscal
A regularidade fiscal do Boi Garantido, é requisito importante para a obtenção de convênios e emendas parlamentares. Com o apoio da Receita Federal, a entidade poderá regularizar sua situação fiscal, aumentando assim, suas chances de obter recursos para implementação de projetos.

Dentro desse objetivo, também foi conversado sobre um acordo no qual a Receita Federal poderá auxiliar no processo de gestão administrativa da Associação, fornecendo orientações e suporte técnico para a entidade. “Essa parceria é de extrema importância, pois se trata de educação, falando de Parintins e especialmente dos beneficiados do Boi Garantido, e nós da Receita, temos esse objetivo que é ajudar na formação da sociedade através da educação”, afirmou Antônio Thaumaturgo.

A regularidade fiscal também abre portas para as futuras colaborações com outras instituições públicas, como o Ministério da Educação, Ministério do Turismo e a Fundação Nacional de Artes. Essas possíveis alianças construirão para o desenvolvimento da educação, do folclore e da cultura na cidade de Parintins.