Parintins Notícias

O Governo do Amazonas, por meio da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), realizou neste domingo (25/06), no Bumbódromo, a assinatura do termo de cooperação técnica com as associações folclóricas dos bumbás Caprichoso e Garantido e as associações de tricicleiros, para a 2ª edição da ação Água nas Torcidas, que acontecerá durante o 56° Festival Folclórico de Parintins. Neste ano, serão distribuídos um total de 250 mil copos nas filas dos torcedores e pontos turísticos da cidade.

O diretor-presidente da Cosama, Armando do Valle, e os presidentes dos bumbás assinaram um Termo de Cooperação Técnica para cada agremiação, com a doação de 75 mil copos, que serão distribuídos entre os trabalhadores dos galpões e brincantes envolvidos nas apresentações nas três noites de festival.

Os presidentes dos bumbás destacam a importância da parceria da Cosama com a doação dos copos de água.

“Agradecemos essa parceria com os bois, diga-se de passagem, essa água veio em boa hora, assim como no ano passado, e neste ano foi melhor ainda, uma vez que os ensaios em Parintins e Manaus também contaram com essa parceria da Cosama”, ressaltou o presidente do boi Caprichoso, Jender Lobato.

“A ajuda da Cosama é essencial, principalmente nesse momento, que iniciamos o translado das alegorias e vai até as 20h, durante três dias. Outro momento que essa água é bastante utilizada são nos nossos ensaios de preparação, com a batucada e o grupo de dança Garantido Show”, ressaltou o presidente do boi Garantido, Adson Buretama.

Outro termo assinado foi com as associações de tricicleiros para o ato de distribuições de copos de água nas ruas da cidade, e com essa ação, a Cosama colabora com a geração de renda aos trabalhadores autônomos durante as festividades.

O diretor-presidente, Armando do Valle, reafirma o compromisso do Governo do Amazonas, por meio da Cosama, para mais uma ação.

“Hoje estamos entregando 75 mil copos para cada associação folclórica, mostrando que o Governo do Amazonas quer fazer o melhor pelos bois, pelo festival e, principalmente, o melhor para a população que vem para assistir a grande festa. Além disso, o Estado contribui com a economia, contratando a mão de obra local, por meio das associações de tricicleiros, valorizando esses trabalhadores, pais de família”, disse Valle.

Durante a assinatura dos termos, estiveram presentes ainda o secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, e o secretário de Estado e Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Marcellus Campêlo.

FOTOS: Filipe Augusto/Cosama