Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Cunhã Poranga do Boi Garantido recebe Sônia Guajajara em bate-papo

Após a primeira edição do projeto “Sehay-sehay com a Cunhã: as vozes dos povos originários”, comandado pela Cunhã Poranga do Boi Garantido, Isabelle Nogueira, agora é a vez de receber uma das maiores lideranças indígenas brasileiras, Sônia Guajajara.

O bate-papo está marcado para esta segunda-feira (21), às 19h, e será transmitido nas páginas do Bumbá. A primeira convidada do projeto foi Thais Kokama, que falou de seu trabalho com grafismos.

O projeto sehay-sehay, cujo significado vem do Sateré-Mawé e pode ser traduzido como “bate-papo”, consiste numa série de lives conduzida por Isabelle Nogueira e transmitida pela página do Boi da “Baixa do São José”.

O objetivo, destaca o presidente do boi encarnado, Antônio Andrade, é mostrar o Garantido, como um instrumento arte-educativo. “Acreditamos na nossa responsabilidade social com os povos originários. Queremos ir além da teatralização nos dias da festa, queremos ser aliados de nossos parentes e, para isso, a cunhã poranga vem sendo esse lugar de escuta para os convidados”, acentuou.

“O Boi Garantido está junto com sua cunhã, neste projeto, para dar visibilidade aos povos indígenas brasileiros, com suas pautas, demandas, anseios e trabalhos” esclareceu Adan Renê, um dos membros da Direção Geral do Espetáculo (DGE), que juntamente com Junior Lucena, está na produção do trabalho.

Aliada dos povos indígenas

Isabelle Nogueira destacou a emoção, mas acima de tudo a necessidade desses bate-papos com representantes dos povos originários. “A gente usa a imagem dos indígenas, no Festival. Defendemos suas lutas,então é muito necessário este espaço e estreitar os laços para que tenhamos oportunidade real de ouvi-los e ter essa troca. Me sinto honrada em poder ser aliada dos povos originários para além do discurso, mas também na prática, colocando a mim e ao meu povo vermelho, neste local de escuta sensível”, acentuou.

Sobre entrevistar, Sônia Guajajara,uma das maiores lideranças,avaliou que tem responsabilidade enorme. “O Festival não é apenas uma festa. Receber a Sônia para uma conversa, mostra que podemos fazer muito mais e dar visibilidade ainda maior para suas lutas. E a Sônia representa toda luta e empenho dos povos indígenas. Ela é sensacional”.

Liderança indígena

Sônia GuajajaraSônia Guajajara é uma Surara (guerreira). Nascida na Terra Indígena Arariboia, no Maranhão, se tornou uma das principais vozes da luta indígena no mundo.
Formada Letras e Enfermagem, fez uma Pós Graduação em Educação Especial.

Sônia foi eleita uma das pessoas mais influentes da América Latina, reconhecimento que vem de um conjunto de organizações internacionais que compõem o grupo Latinos por la Tierra.

Foto (destaque): Mauro Jorge/Reprodução

-publicidade-