Parintins Notícias

Na estratégia para enfrentar os desafios da estiagem de 2024, a Defesa Civil do Amazonas e o Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) alinharam ações conjuntas durante uma reunião na terça-feira (25/06). O encontro teve como objetivo garantir que os serviços e produtos mantenham a qualidade e os preços justos ao consumidor.

Desde o ano passado a Defesa Civil do Amazonas vem trabalhando no planejamento e no começo do ano iniciou um trabalho de prevenção com o objetivo de mitigar os impactos causados pela seca em vários setores.

De acordo com o secretário da Defesa Civil do Estado, coronel Máximo, esse tipo de colaboração entre os órgãos é super importante para assegurar os serviços e recursos em tempos de crise. “A parceria entre a Defesa Civil do Amazonas e o Ipem-AM busca fiscalizar de forma rigorosa diversos setores essenciais, prevenindo irregularidades e protegendo os direitos dos consumidores.”, ressaltou o secretário.

Para o diretor-presidente do Ipem-AM, Renato Marinho, a parceria entre os órgãos ratifica o compromisso do Governo do Estado em assegurar o equilíbrio entre as relações de consumo em um momento considerado crítico tanto para o comerciante/prestador de serviço  quanto para o consumidor.

“O Ipem-AM e a Defesa Civil vão intensificar os trabalhos de fiscalização e orientação para garantir ao consumidor amazonense uma prestação de serviços de qualidade e também uma concorrência justa no mercado”, ressaltou Marinho.

Além da fiscalização, a Defesa Civil do Amazonas já elaborou planos de contingência para responder a emergências como abastecimento de água potável, insumos e medicamentos para a saúde, produção rural, logística para a manutenção do funcionamento da rede estadual de educação e ajuda humanitária são os principais focos do cronograma de atividades do governo.