Parintins Notícias

A implementação do app Agente tornará as comunidades mais preparadas e seguras

Defesa Civil do Amazonas realiza primeiro teste com Aplicativo Agente na Comunidade do Catalão, em Iranduba

Nesta quinta-feira (06/06), o Governo do Amazonas, por meio da Defesa Civil do Estado, realizou o primeiro teste do aplicativo Agente, na Comunidade do Lago do Catalão, situada no município de Iranduba, (a 27 quilômetros da Manaus). O objetivo principal desta ação é aprimorar e corrigir possíveis falhas no aplicativo que será lançado futuramente.

O teste contou com a participação de aproximadamente 30 agentes de Defesa Civil estaduais e municipais. Durante o teste, os agentes conseguiram cadastrar 84 famílias no sistema, utilizando o aplicativo para coletar dados e informações essenciais.

Para a líder comunitária, Raimunda Viana, a resposta de possíveis futuros desastres, a partir do lançamento do app, será bem mais rápida e menos burocrática. “A chegada desta nova ferramenta irá facilitar as ações em qualquer emergência, já que a partir de agora nossas informações já vão estar cadastradas no sistema.”, comemorou a moradora.

De acordo com o coordenador de operações da Defesa Civil do Amazonas, o tenente coronel Adson Souza, o aplicativo Agente oferecerá diversas funcionalidades que tornam a gestão de emergências mais eficiente. “Esse cadastro é fundamental para monitorar e responder rapidamente a quaisquer emergências que possam ocorrer, melhorando significativamente a segurança e a proteção dos moradores”.

“O Governo do Amazonas, através da Defesa Civil do Estado, está comprometido em utilizar tecnologias inovadoras para garantir a segurança e o bem-estar de nossa população. Sendo assim, o aplicativo Agente será parte essencial do Sistema de Proteção e Defesa Civil (Sispdec).”, destacou o coordenador.

A Defesa Civil do Amazonas planeja expandir o uso do aplicativo Agente para outras comunidades do estado. Além disso, outros testes e treinamentos adicionais serão realizados para aprimorar o app e capacitar os agentes da Defesa Civil, assegurando que a ferramenta seja utilizada de forma eficaz em toda a região.