Parintins Notícias

Parintins Notícias
Facebook
Twitter
WhatsApp

A Orquestra Amazonas Filarmônica apresenta, nesta quarta-feira (22/11), o espetáculo “Sucessos Orquestrais”, no qual tocará obras reconhecidamente brilhantes e cativantes do repertório sinfônico e trará uma homenagem ao Dia do Músico, comemorado em 22 de Novembro. O espetáculo, que acontece às 20h, tem entrada franca, e é recomendado para maiores de 10 anos.

“Este é um concerto especial porque além de ser o último concerto do ano, celebra esta data tão especial, e por isso estamos dando nosso melhor”, afirmou o maestro Otávio Simões, que está à frente da apresentação. “A profissão de músico é uma função que não exige apenas técnica, mas também sensibilidade, criatividade. É algo que não pode ser substituído, e é muito importante neste dia destacarmos essa relevância”, declarou o maestro.

O Dia do Músico, comemorado no dia 22 de novembro, é uma data nacional que nasceu em meio à tradição católica e homenageia Santa Cecília, padroeira dos músicos. O dia traz a oportunidade de prestigiar os profissionais e relembrar a importância que a música possui no cotidiano das pessoas, e na sociedade como um todo.

“Este concerto tem um repertório muito especial para mim. São Peças e Trechos Orquestrais que acompanharam toda a minha trajetória musical, contribuindo diretamente no meu processo de crescimento artístico”, relatou Felipe Fernandes, músico integrante da Amazonas Filarmônica, sobre o impacto de realizar esta apresentação neste dia tão especial. “O repertório é um misto do que o maestro, os instrumentistas, e o público mais gostam. Nada mais justo que comemorar o Dia do Músico com o melhor da música”, completou.

Corpos Musicais

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, possui um total de sete corpos artísticos, sendo cinco deles compostos por artistas da área da música, que mostram sua arte por meio de instrumentos ou da voz. São eles a Amazonas Filarmônica, a Amazonas Band, a Orquestra de Câmara, o Coral do Amazonas e a Orquestra de Violões. Todos eles contribuem para que seus integrantes tenham a oportunidade de viver da sua arte, além de fazê-la alcançar cada vez mais pessoas dentro e fora do Amazonas.

Pensando na capacitação destes artistas, o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro proporciona cursos de arte gratuitos para que todos tenham a oportunidade de adentrar no meio artístico. Aulas de canto, violão, piano, violino e inúmeras outras são oferecidas a alunos de todas as idades, promovendo a democratização do ensino da arte e tornando mais próximo o sonho de tantas pessoas.

Para Horlando Jucosky, de 16 anos, o Liceu trouxe a ele uma oportunidade de carreira no mundo da arte, algo que ele traz de sua família. “Escolhi fazer aula de violino porque queria ser músico profissional igual meu pai, que começou essa carreira e também queria terminar sendo um ótimo músico” declarou Orlando, que fala dos Corpos Artísticos como uma de suas aspirações. “No futuro desejo participar de um dos Corpos Artísticos, como a Amazonas Filarmônica, além ter uma carreira bem sucedida na música, e até mesmo fazer faculdade na área”, afirmou Horlando.

Relacionados