Parintins Notícias

Objetivo é gerar emprego e renda para artesãos e empreendedores parintinenses e de municípios próximos

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo (Setemp), lançou nesta quarta-feira (26/06), a 19ª Mostra de Artesanato e Economia Solidária, em Parintins (a 369 quilômetros de Manaus). A tenda que reúne os empreendedores está instalada na Praça da Catedral de Nossa Senhora do Carmo, centro da cidade, e vai funcionar até domingo (30/06), no horário das 9h às 21h.
Por determinação do governador Wilson Lima, este ano, a mostra reúne somente artesãos de Parintins e de municípios próximos. São mais de 70 artesãos e empreendedores que estão expondo e vendendo seus produtos durante os dias do 57º Festival de Parintins.
“Um evento como este é o melhor campo de negócios para esses profissionais que têm a possibilidade de mostrar o seu trabalho, abrindo caminho para que novas pessoas conheçam nossa arte e colaborando para que nossa cultura seja valorizada”, disse o secretário executivo do Trabalho e Empreendedorismo, Paulo Gilson, pontuando a importância da feira para a divulgação da cultura local.

Geração de emprego
A Mostra de Artesanato chega a reunir uma média de público de aproximadamente 20 mil pessoas que buscam por produtos regionais, assegurando de quebra emprego e renda para os artesãos e empreendedores do município.
Este ano, por meio de trabalhos coordenados pelo Governo do Amazonas, o Festival de Parintins deve gerar 2,4 mil empregos diretos e 24 mil indiretos. Os bois Caprichoso e Garantido, juntos, geram aproximadamente 5 mil empregos diretos. Já a perspectiva de movimentação econômica para 2024 é de R$ 160 milhões.

Vendas
Durante o evento, os artesãos venderão, de acessórios indígenas, como cocares, brincos, colares, camisas a cestarias e cerâmicas. O espaço conta também com uma exposição de quadros emoldurados, entre outros produtos.
O artesão Renedy de Souza, que está expondo seu trabalho na tenda, afirmou que esse é o momento oportuno para comercialização dos produtos que foram feitos durante os meses que antecedem o 57º Festival de Parintins.
“A renda que estou arrecadando está superando minhas expectativas, estou muito satisfeito, sou grato ao Governo do Estado pelo espaço pensado para nós artesãos de Parintins”, disse.
A Setemp é um órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).