Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Manaus Chess Open encerra com pódio dominado por brasileiros

O torneio internacional Manaus Chess Open chegou ao fim neste domingo (16) no Novotel, Distrito Industrial, com brasileiros dominando o top 3. Renato Quintilano e Evandro Barbosa dividiram o pódio com o Grande Mestre argentino Sandro Mareco.

A competição reuniu jogadores de, pelo menos, 16 estados e oito países, se consagrando como o maior evento da modalidade da região norte, com prêmios que somavam R$ 26 mil.

O grande ganhador foi o Grande Mestre brasileiro Renato Quintilano, natural de Osasco, São Paulo. Ele revela que joga desde os 10 anos e que o Manaus Chess Open foi uma oportunidade de “reencontrar” Manaus.“Não vinha a Manaus desde 2013 e, dessa vez, pude conhecer um pouco mais da cidade. Gostei muito do torneio! Desde o início, eles foram muito atenciosos e organizados, mas ser campeão tornou tudo mais especial”, contou
Ele também deixa um recado para quem está começando no esporte.

“Nunca deixe de se divertir com o xadrez. Essa é uma dica que os grandes mestres seguem até hoje. Isso torna a modalidade diferenciada. É importante ter dedicação, mas também deve sempre se lembrar de ver os jogos de forma divertida”

O argentino Sandro Mareco empatou com Renato Quintilano, mas ficou em segundo lugar pelos critérios de desempate. Atualmente, Mareco carrega o título de maior jogador da América Latina. Após a premiação, ele revelou que o campeonato realizado na capital amazonense teve um alto nível de dificuldade.

“Foi um torneio bem interessante e difícil mesmo. Joguei contra, pelo menos, cinco grandes mestres. Foi duro, mas mesmo assim, todos foram muito legais e espero voltar ano que vem”, afirmou.Já o terceiro lugar ficou com o mineiro Evandro Barbosa, que também já possui o título de grande mestre. De acordo com ele, o Manaus Chess Open será um grande agente de mudança entre os jovens.
“Fiquei bem satisfeito com o evento e por ter ficado invicto. O pessoal do Manaus Chess Open tá de parabéns, essa iniciativa vai motivar ainda mais os novos jogadores”, ressaltou.

Evento eleva competições amazonenses

O Manaus Chess Open realizou um feito ao trazer seis Grandes Mestres para competição no Amazonas. Com isso, diversos jovens e crianças tiveram a oportunidade de estar em um evento de grande nível e conhecer seus ídolos da modalidade.

Grande idealizador do evento, o presidente da Federação Amazonense de Xadrez, Hudson Peixoto, ressalta que o torneio é fruto de muita determinação e persistência da FAX.

“Estamos muito felizes com a realização desse evento. Muitos achavam que não conseguiríamos fazer um evento dessa grandeza, mas corremos atrás de patrocinadores e fizemos acontecer”, revelou.

Ele também ressalta que o trabalho da Federação não para por aqui. A equipe já trabalha com os novos objetivos: a montagem do calendário de atividades de 2023 e a final do campeonato amazonense.

“Agora vamos pensar na final do campeonato amazonense, na categoria blitz rápido, que está programada para acontecer ainda este ano. Em seguida, vamos pensar no novo calendário de torneios, principalmente os de crianças, que são nosso principal objetivo”, disse.

-publicidade-