Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Novembro Azul: Distúrbios sexuais são gatilhos para diversos outros problemas, como o câncer de próstata

Desafios com ereção, libido e ejaculação precoce fazem com que homens, inconscientemente, passem a evitar o sexo, criando ansiedade e frustração. Já a ejaculação frequente traz inúmeros benefícios à saúde, como a redução do risco de câncer de próstata, e impacta em todos os setores da vida

Estudos relevantes, como o da Universidade de Boston, publicado na revista científica European Urology, apontam que a ejaculação frequente reduz os riscos do câncer de próstata. E este é apenas um dos benefícios que uma vida sexual ativa traz à saúde do homem.

A psicóloga, psicoterapeuta sexual e especialista em disfunções sexuais masculinas, Lucimar Secches Ghelfi, alerta que “distúrbios que afetam a performance sexual como a falta de libido, dificuldade de atingir ou manter a ereção e a ejaculação precoce podem desencadear diversos problemas à saúde e ao estilo de vida”.

Com 40 anos de experiência e mais de cinco mil homens atendidos em seu consultório, a especialista destaca que “de acordo com a Organização Mundial de Saúde, o sexo é o quarto indicador de qualidade de vida, atrás de família, trabalho e lazer. É preciso existir um equilíbrio entre esses quatro pilares, ou seja, o sexo é fundamental para um estilo de vida saudável”

Lucimar acrescenta. “Só no Brasil, um estudo da psiquiatra e sexóloga Carmita Abdo aponta que mais de 50% dos homens têm algum dipo de disfunção sexual e, dependendo do problema, demoram de cinco até dez anos para procurar ajuda por timidez e pelo tabu, fazendo com que o sexo se transforme em uma enorme fonte de ansiedade para os homens que, muitas vezes inconscientemente, passam a evitar as relações sexuais. Outro problema importante é que sem orientação, muitos acabam adotando todo tipo de medicamentos mesmo estando fisicamente saudáveis, correndo o risco de criar uma dependência, entre outros danos irreversíveis para a saúde”.

A abstinência sexual resulta no aumento do stress, frustração pessoal ou da(o) parceira(o), por pensar ser a razão do problema, problemas de sono e de autoestima que podem desencadear depressão e ansiedade. Essas e outras consequências no estilo de vida refletem na saúde física e ainda potencializam os distúrbios sexuais já presentes, como a dificuldade de ereção.

“O homem entra em um verdadeiro círculo vicioso e os problemas se transformam em uma bola de neve”, conta Lucimar, que desenvolveu uma solução chamada de Método Ghelfi.

Método Ghelfi – O homem aprendendo a controlar o seu corpo

No protocolo exclusivo criado por Lucimar, os homens aprendem a controlar o seu próprio corpo. Indicado por diversos e renomados urologistas do país, o treinamento comprovadamente permite reconquistar ereções longas e rígidas, além de controlar de forma definitiva a ejaculação e alcançar uma melhor performance.

“O que impacta diretamente na saúde e no equilíbrio em todos os setores da vida”, contextualiza Lucimar, que tornou-se a Diretora Técnica da healthtech.

Ela conta que os resultados atingidos durante todos esses anos com milhares de homens, conferem total segurança para afirmar que esses problemas são tratáveis de forma natural e sem uso de medicamentos. “Tanto que meus sócios na startup foram todos meus pacientes e, após passarem pelo treinamento com sucesso nos resultados, me convenceram de que os homens de todo Brasil, e talvez do mundo, precisam ter acesso ao método”, afirma.

Lançamento – Depois de três meses de testes, já com usuários reais, o lançamento oficial do app está marcado para 11 de novembro. O método 100% online o torna totalmente discreto, com dados protegidos e sigilo absoluto, além de acesso imediato e vitalício.

Durante os cinco módulos, um perfil comportamental sexual do usuário é traçado para direcionar os conteúdos e exercícios para três meses de treinamento em três fases: avaliação da qualidade do sexo, treinamento de domínio do corpo e a prática.

Lucy App – Desde que a versão beta da Lucy pôde ser acessada nas ferramentas de aplicativos, já foram realizados mais de cinco mil downloads. Além disso, os canais de conteúdo nas redes sociais também cresceram rapidamente, já são mais de 40 milhões de visualizações nas redes sociais (YouTube, Tik Tok e Instagram). A partir do dia 11/11, entra no ar a versão atualizada e oficial (versões já baixadas serão atualizadas automaticamente).

Lucimar Secches Ghelfi – Uma das fundadoras da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH) e fundadora da Sociedade Catarinense de Sexualidade Humana (SCSH), é membro da Sociedade Latino-Americana de Medicina Sexual (SLAMS), Sociedade Internacional de Medicina Sexual (ISSM). Criou o Método Ghelfi e já atendeu mais de cinco mil homens. Por 12 anos foi porta-voz do laboratório Pfizer no projeto Qualidade de Vida e Saúde Sexual para Casais. Foi premiada como a Melhor Palestra do Brasil para Casais.

-publicidade-