Parintins Notícias
Saiba quais são as doenças que podem ser transmitidas pelo beijo na boca

Beijar na boca é bom. Além de promover a liberação de endorfinas, que causam uma prazerosa sensação de bem-estar, o beijo na boca melhora a autoestima e melhora toda a circulação sanguínea. Mas não é incomum que as pessoas, na balada, beijem várias bocas em uma só noite e essa diversão toda pode gerar problemas de saúde. “Se as pessoas soubessem do grande número de bactérias que existem na boca, tomariam mais cuidado com a pegação desenfreada”, diz o Dr. Dylton Neto, Especialista em Prótese e Implante, Mestre em Reabilitação Oral e Embaixador da S.I.N. Implant System. “A cavidade bucal é um ambiente favorável para a proliferação de vírus, bactérias e fungos e o contato com a saliva tem o potencial de transmitir doenças como gripe, herpes e sífilis”, completa.

Ainda segundo o especialista, todas essas doenças podem ser prevenidas e, para isso, é preciso manter a saúde bucal em dia, visitar o dentista regularmente, além de evitar beijar na boca na presença de pequenas bolhas nos lábios ou lesões na mucosa e língua como aftas, úlceras e placas esbranquiçadas.

Veja, a seguir, 5 doenças que podem ser adquiridas após um simples beijo na boca:

  1. Mononucleose. Conhecida também como doença do beijo, é uma infecção causada pelo vírus Epstein-Barr e a principal forma de contágio é pela saliva. Além do beijo, é possível ser exposto ao vírus por meio de tosse e espirro de pessoas infectadas, ou pelo compartilhamento de copos e talheres. “O vírus ataca as células da mucosa do nariz, garganta e faringe e pode causar sintomas que vão desde febre, dor de garganta e inchaço no baço, além do fígado e gânglios”, diz o Dr. Dylton. 
  2. Infecções sexualmente transmissíveis. “Micróbios que causam gonorréia, sífilis, herpes e HPV podem ser transmitidos pela saliva”, diz o dentista. “Muitas vezes assintomáticos, podem ser facilmente transmitidos entre parceiros em um ato tão inocente como o beijo”, completa. 
  3. Herpes labial. Esta é uma infecção viral causada pelo vírus herpes simplex tipo 1 (HSV-1) e pode provocar bolhas e feridas nos lábios, boca e gengiva. “Ainda que geralmente seja uma condição benigna, costuma ser muito incômoda e constrangedora para quem sofre”, diz o especialista. Vale lembrar que o vírus pode ser contagioso mesmo que as feridas não sejam  visíveis, ou seja, beijar alguém que não parece ter herpes ainda é um risco.
  4. Doenças respiratórias. Gripe, resfriados e Covid-19 podem ser facilmente transmitidos pelo beijo. “Apesar de serem vírus de grande circulação, especialmente nos meses mais frios do ano, uma pessoa pode se infectar com vírus respiratórios durante um simples beijo em qualquer época do ano”, diz o Dr.Dylton.
  5. Candidíase. Conhecida como sapinho, é uma infecção fúngica que geralmente acontece quando a imunidade do indivíduo está baixa. “Quando se manifesta na mucosa oral, aparece como placas esbranquiçadas ou em forma de feridas avermelhadas no canto da boca, que causam ardência. Enquanto esses sintomas estão ativos, o beijo pode transmitir a infecção”, diz o especialista.

Sobre a S.I.N. Implant System: uma das líderes mundiais na fabricação de implantes dentários, com sede localizada em São Paulo (SP), está presente em 22 países. É reconhecida no mercado por agregar valor e conhecimento à comunidade odontológica, por meio de cursos de formação, palestras e workshops, além do apoio a pesquisas científicas.  A empresa tem como visão oferecer o que há de melhor e mais seguro na área de Implantodontia, graças a um rigoroso controle de qualidade, aliado a certificações nacionais e internacionais. A S.I.N. abraçou a ideia da tecnologia e da inovação para ajudar pessoas a resgatarem seus sorrisos, promovendo  felicidade, saúde e bem-estar. O modelo de negócios é orientado por práticas que envolvem a redução de impactos ambientais, o atendimento humanizado, a promoção da diversidade e da inclusão social. Na governança, os pilares centrais são o respeito às pessoas, a escuta ativa, o compromisso com a ética, o uso consciente de dados e a transparência nas ações. A empresa acredita que viver de acordo com valores e propósitos sólidos é o caminho mais favorável para bons negócios. É assim que  a S.I.N. tem construído confiança junto a Clientes, Acionistas,  Colaboradores, Parceiros e comunidades locais. A empresa, iniciada em 2003 pelo casal de empreendedores Neide e Ariel Lenharo, hoje integra o grupo Henry Schein, maior fornecedor de produtos e serviços de saúde para consultórios odontológicos e médicos do mundo. Mais informações em www.sinimplantsystem.com.br.