Parintins Notícias

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), assinou nesta terça-feira (13/06) um Termo de Cooperação Técnica com a Uber do Brasil. A iniciativa, pioneira no Norte do país, prevê a integração do botão “Ligar para a Polícia” do aplicativo com o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), que reúne as instituições envolvidas no atendimento a emergências na área de segurança pública e defesa da cidadania em um mesmo local, por meio do telefone 190.

Para o secretário da SSP-AM, general Carlos Alberto Mansur, essa cooperação vai beneficiar a todos e reforça o princípio de que a SSP-AM está à disposição para formar parcerias com outras plataformas.

“Hoje estamos firmando parceria entre Uber e 190. Uma parceria que vem sendo costurada desde 2022, e hoje se concretiza. Com isso, ganha o usuário que utiliza o aplicativo da Uber e o próprio motorista. Parceria essa que contribuirá com as ações da segurança pública, pois quando o usuário ou o motorista, utilizando o aplicativo, acionar o contato com o 190, o atendente irá ter todos os dados da viagem”, destacou Mansur.

Uma vez que a integração esteja concluída, toda vez que um usuário ou motorista parceiro da Uber usar o botão para ligar para a polícia por meio do aplicativo, o serviço de emergência vai automaticamente receber a localização em tempo real e as informações da viagem em que foi originada a chamada – incluindo dados do veículo, do usuário e do motorista.

O gerente de Segurança Pública da Uber focado no relacionamento com autoridades policiais, Leandro Segalla, destacou que a integração vai permitir que a geolocalização, seja fornecida de forma mais rápida e precisa, sem que seja necessário quem fez a chamada transmitir essas informações verbalmente ao atendente, que receberá essas informações na tela do computador. 

“Sabemos que, numa situação de emergência, todo segundo entre o chamado e a chegada da viatura ao local da ocorrência conta. Fazer com que os dados do veículo, dos usuários e principalmente a geolocalização do chamado cheguem diretamente na tela do  operador é uma forma pela qual nossa tecnologia pode ajudar as forças de segurança a proverem uma resposta ainda mais rápida e eficiente, ajudando a tornar as viagens cada vez mais seguras”, afirmou Segalla.

Informações em tempo real

A ferramenta utiliza os sinais de localização disponíveis nos celulares e utilizadas na navegação do aplicativo para determinar o posicionamento dos dispositivos de forma mais precisa. Além da localização em tempo real, o Ciops terá acesso aos detalhes da viagem em que o botão for acionado: placa, marca, modelo e cor do veículo, nomes do motorista e usuário, além do telefone.

A tecnologia que permite o envio dessas informações aos serviços de emergência é fornecida pela RapidSOS, empresa que desenvolveu a primeira plataforma de dados com essa finalidade no mundo. Essa plataforma liga os dados críticos de qualquer dispositivo conectado ou aplicativo móvel diretamente ao serviço local de resposta a emergências.

Pioneirismo no Norte

A integração com o 190 no Amazonas é a primeira do gênero feita pela Uber na região norte e a terceira em todo o País – a ferramenta já está em funcionamento nos estados do Rio de Janeiro e Maranhão. Mas esse tipo de integração tecnológica já é realizado em parceria com a RapidSOS em serviços de atendimento a emergências de mais de 1.200 cidades dos Estados Unidos, além de diversos estados no México, África do Sul e Canadá. 

O secretário da SSP-AM, General Carlos Alberto Mansur destacou que apesar do pioneirismo, a Secretaria de Segurança Pública está à disposição das demais plataformas que tenham interesse em realizar cooperação semelhante.

Fotos: Nonato Rodrigues/ SSP-AM