Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Brena Dianná propõe criação de auxílio para acompanhantes de pacientes

No ápice da pandemia de Covid, em 2021, muitos pacientes de Parintins tiveram de ser transferidos para a capital a fim de receberem atendimentos especializados, não disponíveis na ilha Tupinambarana, que fica distante 369 km de Manaus.

A prática ocorreu com mais intensidade durante a pandemia, mas não é incomum no município. Os pacientes, que precisam de cirurgias, por exemplo, e não podem aguardar pelos famosos ‘mutirões’, são encaminhados para Manaus com o custeio assumido pelo estado. O mesmo não ocorre com os acompanhantes.

“Quem custeia esse deslocamento e o tratamento do paciente é o governo do estado. A maioria é oriunda de famílias humildes. O acompanhante, seja ele um familiar ou um cuidador, precisa de recurso para se manter na capital, durante o tratamento do paciente. Precisa pagar pela alimentação, alojamento e deslocamento na cidade. Por causa da falta de recursos para manter o acompanhante, muitos pacientes desistem do tratamento e voltam para casa sem estar completamente restabelecidos”, relatou a vereadora Brena Dianná.

Para solucionar o problema, a parlamentar apresentou, durante a sessão plenária desta segunda-feira (9), uma indicação à Prefeitura Municipal de Parintins para criação de um benefício para este fim. “O auxílio-deslocamento irá atender os acompanhantes de pacientes que fazem tratamento na capital. É uma forma de proporcionar apoio no sentido de evitar que o paciente seja obrigado a suspender o tratamento, o que pode levar a piora no quadro clínico”, disse a vereadora.

Texto: Assessoria Parlamentar / Foto: Simone Brandão

-publicidade-