Parintins Notícias
O Site de Notícias de Parintins

- Publicidade -

Ação conjunta nas comunidades do Maranhão e Zé Açu cobra cumprimento de restrições

Nesta terça-feira (23/06), por volta das 8h, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), em ação conjunta com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Vigilância Sanitária, Comissariado da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Amazonas e Conselho Tutelar, realizaram fiscalizações em estabelecimentos nas comunidades do Maranhão e Zé Açu, que ficam na zona rural de Parintins (distante 369 quilômetros em linha reta da capital).

Segunda a delegada Alessandra Trigueiro, titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Parintins, o objetivo da ação foi averiguar denúncias de irregularidades em bares e estabelecimentos similares no cumprimento do decreto municipal do toque de recolher e da Lei Seca, além de dar orientações sobre a proibição de venda e fornecimento de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos e fiscalização de produtos alimentícios expostos à venda com data de validade vencida.

“Na comunidade Maranhão foram fiscalizados três estabelecimentos, dos quais um foi autuado por vender refrigerante com data de validade vencida. Na comunidade Zé Açu, além dos estabelecimentos fiscalizados, a Sema realizou diligências para apurar supostas irregularidades de venda de madeira, e também notificou moradores por perturbarem a tranquilidade, pois os mesmos estavam com o som alto em suas respectivas residências”, explica Alessandra.

Além das orientações, na Comunidade Zé Açu, o conselheiro tutelar João Mauricio esclareceu, na rádio, a importância da localidade em cumprir os decretos municipais, a fim de controlar a pandemia causada pelo novo coronavírus. Ele ressaltou a necessidade de se manter a higiene das mãos, o uso de máscaras e o respeito que os moradores devem ter para que esse período seja superado da melhor forma possível.

Denúncias de moradores – Ainda segundo a delegada, durante a ação nas comunidades, as autoridades receberam denúncias sobre crimes contra crianças e adolescentes, a partir das quais serão instaurados os procedimentos para apuração dos fatos expostos pelos moradores.

FOTO: Divulgação/PC-AM

Comentários
Carregando...