Informações e Notícias de Parintins

Benefícios da redução de mama para a saúde da mulher

Saiba como a mamoplastia redutora pode trazer vantagens para a vida feminina e tire suas principais dúvidas sobe o tema.

Contra a maré das cirurgias para colocação de silicone nos seios, a redução de mama pode ir muito além do quesito estético.

Embora ela seja capaz de deixar o corpo mais harmônico e enxuto, a cirurgia para redução de mama pode trazer vários benefícios para a saúde feminina, sendo até terapêutica!

Pronta para saber mais sobre o assunto? Siga a leitura até o fim!

Entendendo mais sobre as cirurgias nas mamas
Quem pensa que as cirurgias nas mamas só servem para reparar problemas estéticos está muito enganado.

Também chamada de mamoplastia, as cirurgias plásticas nos seios podem ir muito além de pura estética, principalmente quando se referem à mamoplastia redutora.

Mas o que é a mamoplastia redutora, afinal?
Conhecida popularmente como a cirurgia para redução das mamas, a mamoplastia redutora é uma cirurgia plástica que traz benefícios muito além da estética.

Apesar de muitas brasileiras sonharem com mamas avantajadas, os seios fartos podem trazer sérios problemas para a saúde – sobretudo complicações na coluna.

Não é à toa que um dos principais motivos que levam as mulheres a buscarem a redução dos seios é exatamente as dores de coluna.

Além desses problemas, muitas reclamam da falta de proporcionalidade entre um seio grande e o corpo com estrutura física pequena e pouco quadril.

Como a estética fica desigual, surgem interferências na autoestima e no bem-estar – atrapalhando a qualidade de vida.

Nesses casos, a cirurgia de redução das mamas pode ser considerada uma verdadeira aliada – desde que a paciente não possua nenhuma contraindicação para o procedimento e que esteja bem ciente com relação às expectativas da cirurgia.

Por que reduzir os seios?
Quem é fã de seios avantajados deve pensar que mulheres com seios grandes se sentem satisfeitas com o seu visual.

Mas isso nem sempre é verdade!

Tudo é uma questão de gosto e os seios volumosos podem atrapalhar em várias situações.

Os principais problemas que levam mulheres a procurar pela mamoplastia redutora envolvem:
• Falta de harmonia entre seios grandes e o restante do corpo;
• Dores intensas nas costas e nos ombros;
• Problemas posturais;
• Desenvolvimento de flacidez excessiva nas mamas;
• Limitações para a realização de atividades – principalmente as físicas;
• Dificuldades para encaixar roupas;
• E o fato dos seios grandes atrapalharem o sono e a qualidade de vida.

Com isso, a cirurgia para redução dos seios é uma alternativa estética e preventiva para problemas de saúde.

Como funciona a cirurgia?
Por meio de técnicas determinadas de acordo com o caso de cada paciente, o cirurgião remove o excesso de pele e gordura das mamas, deixando-as menores, menos flácidas e mais proporcionais ao corpo.

Como em muitos casos a retirada do excesso de pele e gordura pode não deixar um aspecto muito agradável, pode ser recomendada a colocação de próteses de silicone para deixar os seios mais estruturados e bonitos – mas tudo irá variar de paciente para paciente.

A duração total da cirurgia irá depender da complexidade de técnicas utilizadas, podendo levar de 2-5 horas.

Sua realização ocorre em ambiente hospitalar e via anestesia e sedação, devendo ser realizada por um profissional especializado em cirurgia plástica.

Como fica a amamentação após a redução das mamas?
Em meio ao tema de redução das mamas, surge uma grande dúvida: “é possível amamentar após a cirurgia”?

A verdade é que tudo irá depender das técnicas utilizadas durante a cirurgia!

De fato, a redução das mamas pode trazer como risco a incapacidade do processo de aleitamento materno, mas também é possível driblar esse problema.

Os principais motivos que levam a cirurgia à incapacidade de amamentar se referem à:
• Intervenção na área dos mamilos;
• Possibilidade de danificar estruturas;
• Lesão em regiões produtoras de leite;
• E questões psicológicas relacionadas.

Por isso é muito importante procurar um cirurgião plástico de confiança e que possa utilizar técnicas menos invasivas possíveis (sobretudo na área dos mamilos, nervos e dutos mamários), preservado a capacidade de amamentação.

De maneira geral, quanto maior for o tempo entre a realização da cirurgia e a amamentação, maiores as chances de amamentar normalmente.

E graças aos avanços da medicina moderna, as técnicas de mamoplastia têm se mostrado capazes de preservar a função da amamentação.

Se você pensa em fazer a cirurgia de redução das mamas, não deixe de conversar com o seu médico sobre a possibilidade de amamentação no futuro.

Quais são os cuidados necessários após a cirurgia?
• Realizar drenagens linfáticas para reduzir o inchaço e facilitar a cicatrização;
• Evitar fazer esforços, movimentar os braços, erguer peso, deitar de lado e dirigir durante todo o período proposto pelo médico – principalmente nos primeiros 30 dias;
• Deixar de lado a exposição solar pelo período recomendado;
• Cuidar com a cicatrização com produtos tópicos e alimentação indicada;
• E seguir todas as instruções do cirurgião.

Embora o pós-operatório da cirurgia requeira cuidados especiais (sobretudo no primeiro mês), com certeza vale a pena aproveitar todos os benefícios da cirurgia redutora das mamas.

Outros aspectos importantes
Embora os seios volumosos e avantajados sejam os sonhos de muitas mulheres, nem todas se sentem confortáveis quando o seu tamanho é extravagante.

Além de deixar o visual desequilibrado, o excesso de mamas pode prejudicar a prática de atividades diárias, comprometer a qualidade de vida e causar até problemas de saúde.

Para devolver o bem-estar e prevenir complicações na coluna e nos ombros, a cirurgia de redução das mamas pode ser uma excelente opção!

Até mesmo mulheres que nunca tiveram filhos podem se beneficiar com o procedimento – pensando no aspecto da amamentação. Mas como tudo irá depender das técnicas e abordagens utilizadas pelo cirurgião, é muito importante conversar com seu médico sobre o assunto.

Por fim, a mamoplastia redutora é capaz de proporcionar saúde e auto estima, podendo ser muito bem-vinda para quem se sente incomodada com os seios grandes.

Gostou do conteúdo de hoje sobre os benefícios da mamoplastia redutora? Comente logo abaixo suas dúvidas – estamos prontos para atendê-la!

Comentários
Loading...