The news is by your side.

Caprichoso anuncia rufar do tambor, coreografias, fotolivro, toadas estratégicas e Neguinho da Beija-Flor

Em busca do tricampeonato, Caprichoso lança série de novidades para 2019.

A TV Caprichoso, pioneira no Festival Folclórico de Parintins desde 2016, apresentou um combo de novidades à nação azul e branca do boi bicampeão, em programa especial de mais de duas horas, transmitido via redes sociais, em parceria com a empresa Paulino Produções, na noite de domingo, 06 de janeiro. Às margens do Lago Macurani, em Parintins, a diretoria e o Conselho de Artes reuniram um grande elenco para lançar as novidades da temporada 2019, tão aguardadas pela galera octacampeã do festival.

O primeiro anúncio feito pelo presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, foi o 1º Rufar do Tambor, na Praça dos Bois, com itens oficiais e Marujada de Guerra, no dia 26 de janeiro, para abertura da temporada do Caprichoso em preparação ao festival de 2019. “Estamos unidos e mais focados do que nunca por esse tricampeonato. É meu último ano como presidente do boi, mas não vamos deixar a peteca cair. Estamos com a mesma garra, força, como no nosso primeiro ano”, declarou o dirigente.

Durante o 1º Rufar do Tambor, o Conselho de Artes entrega o Troféu Marupiara aos itens do Caprichoso que obtiveram nota 10 nas três noites do festival de Parintins 2018, a exemplo do Estandarte de Ouro, premiação do jornal O Globo no carnaval do Rio de Janeiro. Pelo segundo ano consecutivo, o Caprichoso condecora todos os itens em julgamento de cada bloco artístico do projeto “Sabedoria Popular: Uma Revolução Ancestral” que gabaritaram no julgamento e alcançaram a excelência nas apresentações na arena do Bumbódromo.

Outra novidade anunciada foi a participação do torcedor na escolha de coreografia de três toadas: entre elas Tribo Caprichoso. Serão disponibilizadas três opções de coreografias para votação da galera na internet e, de acordo com o coreógrafo Jair Almeida, a divulgação do resultado deve ocorrer no final do mês de janeiro. “Esse ano, dançarinos criaram coreografias e a galera também vai definir qual a melhor de cada toada. Damos oportunidade para novos artistas no ramo da dança e o Caprichoso, como sempre, deu esse primeiro passo. O objetivo é agregar talentos para conseguir chegar ao tricampeonato com todos juntos”, revelou.

O coordenador do Conselho de Artes, Ericky Nakanome, anunciou que o Caprichoso realizará assembleia com sócios, em Parintins e Manaus, ainda em janeiro, para debater as metas do espetáculo “Um Canto de Esperança para a Mátria Brasilis”. Por meio de edital, a diretoria vai convocar os sócios do Caprichoso, com hora e data, para participar do momento histórico de construção do tricampeonato, entender todo o caminho artístico ou administrativo até a consolidação da vitória, no dia 1º de julho.

“O presidente não mede esforços para consolidar o tricampeonato, junto com os compositores, artistas, diretores, conselheiros e demais setores”, afirmou Ericky Nakanome. O coordenador de comunicação do Caprichoso, Carlos Alexandre, anunciou que o fotógrafo Wigder Frota se tornou sócio benemérito do Caprichoso. O profissional, natural do Rio de Janeiro, mora há 32 anos em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América (EUA), e cruzou o continente para não perder o lançamento do tema de 2019, no dia 22 de agosto de 2018.

Em vídeo, diretamente da Jordânia, onde apresenta um documentário de fotografia sobre cultura popular, que já passou por Etiópia, Israel e Egito, o torcedor azulado Wigder Frota anunciou a realização de um projeto em parceria com o Conselho de Artes do Caprichoso: um fotolivro sobre a apresentação do boi de arena em 2017, 2018 e 2019. “É um projeto muito especial para mim. Vamos lançar três livros com minhas fotos, com textos de Ericky Nakanome, Simão Assayag, Larice Butel, Ronaldo Barbosa, Edvander Batista, contando a história da nossa trilogia que começa em 2017 e termina em 2019. Daqui a três, estou indo a Parintins trabalhar nesse projeto”, ponderou.

O primeiro fotolivro que Wigder Frota vai produzir é “A Poética do Imaginário Caboclo”, do título do Caprichoso em 2017, para ser apresentado no lançamento do DVD 2019 “Um Canto de Esperança para a Mátria Brasilis”. Consequentemente, o fotógrafo trabalhará o volume “Sabedoria Popular: Uma Revolução Ancestral”, do bicampeonato do Caprichoso, a ser lançado na semana anterior ao festival de Parintins 2019. Wigder Frota vai se dedicar ao fotolivro “Um Canto de Esperança para a Mátria Brasilis” até o final do ano de 2019 para selar a trilogia dos espetáculos do Caprichoso.

“Se Deus, quiser, vamos comemorar com esse livro o nosso tricampeonato. Estou emocionado em poder participar desse projeto e da história de um boi que me renova sempre, me trouxe tanta alegria, felicidade para minha vida, uma paixão tão diferente, inexplicável”, confessou à nação azulada, Wigder Frota. O Conselho de Artes do Caprichoso divulgou ainda as toadas Favorável Sentença, de Ronaldo Barbosa, Matriarcas, de César Moraes, Diego Silva e Sandro Santos, Meu Deus é Maria, de Ronaldo Barbosa Jr, e Boi de Encantaria, de Ronaldo Barbosa e Ericky Nakanome.

Entre as surpresas apresentadas na TV Caprichoso destacaram-se a toada Meu Deus é Maria, interpretada pela cantora parintinense, Paula Gomes, com o talento reconhecido pelo Conselho de Artes do Caprichoso, a inclusão da Associação de Gays Lésbicas, Travestis e Transexuais de Parintins (AGTTPIN) no projeto boi de arena 2019, com a criação de um grupo de teatro, e a participação do intérprete de samba-enredo da Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis, do Rio de Janeiro, Neguinho da Beija-Flor, na toada “Armadura de Fé”, em homenagem à São Jorge.

Fotos: Arleilson Cruz

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.