Cartório Eleitoral alerta sobre propaganda irregular na internet

Cartório Eleitoral alerta sobre propaganda irregular na internet

Devido o pouco tempo para campanha eleitoral nas emissoras de rádio e televisão. A internet principalmente as redes sociais, se tornou o principal veículo de comunicação dos candidatos para alcançar o eleitor, apresentando suas propostas em busca do voto.

Com isso, as manifestações de apoio aos diversos candidatos aos cargos de deputado estadual, federal, senador, governador e presidente da república nas eleições do dia 07 de outubro ganharam forças no sistema eletrônico e o Cartório da 4° Zona Eleitoral de Parintins alerta sobre o uso incorreto da propaganda eleitoral na internet. “Denegrir imagem de pessoas (apoiadores) ou de pretensos candidatos através de ofensas, uso de perfis falsos (fakes) e rôbos pela internet, principalmente nas redes sociais”, são as principais infrações apontadas pelo técnico judiciário Marivaldo Chaves durante o período eleitoral que encerra no dia 05 de outubro.

De acordo com Marivaldo Chaves, “as propagandas pelas redes sociais estão crescendo cada vez mais. O importante aos eleitores e candidatos é de não ficar ofendendo ninguém em suas publicações, porque essas ofensas ensejam o direito de resposta da pessoa ou candidato ofendido, gerando multa junto à Justiça Eleitoral”.

Sobre as dúvidas dos eleitores, Marivaldo informa que o Cartório Eleitoral está aberto nesse período eleitoral aos sábados, domingos e feriados para tirar qualquer dúvida com relação a propaganda nas redes sociais. “Estamos aqui para orientar os eleitores e também as candidatos em caso de dúvidas para que exista essa prudência até para não ficar depois em má situação. Até por que a Justiça Eleitoral também fiscaliza as redes sociais, assim como, toda propaganda eleitoral na internet para que exista seu uso correto”, ressaltou.

Eleitores Irregulares

O técnico judiciário comunica aos eleitores que estão irregulares com a Justiça Eleitoral (devendo multa) que podem comparecer ao Cartório para sua regularização. “O eleitor vem ao cartório, a gente imprimi a multa, a pessoa paga essa multa e nós expedimos a Certidão Circunstanciada, dizendo que aquele eleitor está quite com a justiça eleitoral”, explicou.

Ele reitera que os eleitores que tiveram seus títulos cancelados,que precisam trocar de nome, alterar data de nascimento, transferência de títulos ou de seções eleitorais, esses serviços estão suspensos e o tribunal só voltará as atividades normais a partir do dia 20 de novembro.

Treinamentos aos Mesários

Segundo Marivaldo, no dia 04 de setembro, cerca de mil mesários convocados pela Justiça Eleitoral para as eleições de 2018, iniciam os treinamentos para ajudar na apuração, totalização e na condução dos trabalhos eleitorais em Parintins. “Estamos com cerca de 68.220 eleitores aqui no Cartório da 4° Zona Eleitoral de Parintins, sendo que 75% residem na cidade e 25% na zona rural, divididos em 263 seções eleitorais”, concluiu.

Texto: Kedson Silva

Deixe um comentário