Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Cirurgias de grande porte são retomadas na FCecon

As cirurgias de grande porte, que possuem indicação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no pós-operatório, serão retomadas nesta terça-feira (24/08), na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). Esses procedimentos estavam suspensos desde a sexta-feira (20/08), após ser identificada uma bactéria multirresistente na UTI adulto da Fundação.

A situação está sob controle, e os pacientes de pós-operatório que precisam de cuidados intensivos devido à complexidade e tempo de duração dos procedimentos serão atendidos no Centro Cirúrgico Ambulatorial (CCA) da Fundação pela equipe da UTI.

O CCA dispõe de seis leitos e é o local onde se realizam pequenas cirurgias. A unidade tem todo o aparato de cuidados intensivos e foi utilizada como UTI para os pacientes oncológicos que estavam infectados com a Covid-19 no segundo pico da doença, no início de 2021.

O CCA será exclusivo para pacientes de pós-operatório. As cirurgias ambulatoriais que estavam sendo realizadas no CCA estão sendo realizadas no Centro Cirúrgico principal.

“Nossos pacientes que necessitam de UTI após as cirurgias irão para o Centro Cirúrgico Ambulatorial a partir desta terça-feira, que já está montado como UTI. Damos uma solução para algumas cirurgias que ficariam reprimidas por alguns dias, já que as cirurgias de grande porte estavam suspensas por uma semana”, afirmou o mastologista Gerson Mourão, diretor-presidente da FCecon.

Os pacientes que tiveram as cirurgias suspensas serão remarcados ao longo da próxima semana. Já as cirurgias que não necessitam de UTI continuam sendo realizadas normalmente.

Medidas – A Fundação Cecon tomou as devidas medidas sanitárias acerca da bactéria multirresistente identificada na UTI adulto. Assim que foi detectada, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) foi comunicada.

As ações estão sendo adotadas, com o acompanhamento da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e gerência da UTI adulto da FCecon, seguindo as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), como isolamento de contato e administração de antibióticos específicos.

FOTO: Laís Pompeu/FCecon

você pode gostar também
Comentários
Loading...