Goleiro parintinense a um passo da Seleção Brasileira de Handebol

Goleiro parintinense a um passo da Seleção Brasileira de Handebol

Com o sonho de integrar a Seleção Brasileira de Handebol, o goleiro parintinense Davi Malcher da Silva, 16 anos, realizou testes no fim de semana na cidade de Criciúma (Santa Catarina) no Centro de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb).

Com os seus 1m95cm foi classificado junto com mais três atletas para participar do acampamento nacional (etapa final), que acontece no mês de outubro em São Paulo-SP.

“Fiquei feliz, mas sou consciente que tenho muito a melhorar. Agora é manter o foco e me dedicar aos treinamentos do professor Gustavo Ritter e do treinador Ahmed Fathalla até o acampamento nacional”, ressaltou Davi Malcher que hoje reside com a família na cidade de Joinville-SC.

O parintinense encarou o desafio frente a um grupo de 60 candidatos/atletas. Observado e selecionado para o Acampamento Nacional de Desenvolvimento e Melhorias Técnicas de Handebol, de onde sairão os relacionados para compor a seleção brasileira na categoria cadete, que abrange atletas de 14 a 16 anos, o parintinense está a um passo de vestir e defender a camisa verde e amarela em competição internacional com data ainda a ser definida.

A mãe do goleiro, Aparecida Silva diz estar feliz e orgulhosa. “Orgulho para mim como mãe e como parintinense. Estamos na torcida, mas entregamos tudo nas mãos de Deus sempre com humildade, paciência e responsabilidade”.

Ela comenta que Davi foi descoberto pelo professor Márcio Cabeludo quando foi aluno/atleta da escola São José Operário e com apoio da gestora Ana Lúcia Pinheiro conquistou pela escola, o tricampeonato estadual (JEA’s) e a medalha de bronze no brasileiro escolar do ano de 2016. Ano passado, morando em Manaus, Malcher se consagrou campeão amazonense integrando a equipe da Universidade Nilton Lins.

Atualmente o goleiro parintinense defende em jogos regionais e nacionais o município de Joinville. “Agradeço a todos que o ajudaram nessa trajetória. O Davi ama o handebol e é empenhado aos treinamentos agora sob orientação do professor Gustavo e seu treinador Ahmed Fathalla que o acompanham em Santa Catarina”, reiterou.

Sempre colhendo bons frutos, dessa geração de ouro do handebol parintinende da escola São José Operário já integram a seleção brasileira (atuais campeões sul-americanos na categoria) os atletas Rian Kayk Souza e Cauã Barbosa. Com Davi, a seleção brasileira pode ter três reforços parintinenses para a temporada desse ano.

Fonte: Neudson Corrêa, com informação da Comjel | Alvorada Parintins

Deixe um comentário