Linha de cerol por pouco não faz vítima em Parintins
Área próximo ao bumbódromo tomada pela brincadeira. Foto: Repórter Parintins

O problema é cada vez mais frequente nas ruas de Parintins.

O velho problema trazido pela brincadeira com papagaios de papel, volta causar transtornos nas vias públicas em Parintins, desta vez a vítima foi a senhora Tainá Lopes, ela foi atingida pela linha de cerol na tarde de domingo, 29, no bairro do Itaúna.

Por meio de um post na rede social, facebook, ela conta o fato desesperador. “Por pouco não fui degolada por uma linha de cerol, no bairro do Itaúna em direção ao bairro da União, onde há uma grande concentração, graças a Deus meu irmão que estava comigo não dirigia em alta velocidade…. Parou desesperadamente assim que a linha pegou em meu pescoço”, descreveu.

Na mesma postagem ela deixa sua opinião sobre o problema e faz o pedido as pessoas que fazem parte da brincadeira. “Vão para um campo, praça onde não tenho tráfego, papagaio de papel com linha cerol, não é uma brincadeira, sadia, é altamente perigoso!”. Todos os anos os hospitais da cidade registram casos de pessoas que são vítimas da linha cerol, provenientes dos papagaios, em sua maioria é praticada por adolescentes”, apelou.

Todos os anos acontecem acidentes graves ocasionados por essa brincadeira. A reportagem apurou que existe a lei municipal 478/2010 de autoria do então vereador Juscelino Melo Manso, que pede a destinação de espaços para realização desse tipo de diversão. A lei diz no artigo sétimo, que a administração pública municipal deve destinar espaços próprios para a prática da brincadeira de empinar pipas e papagaios de papel. A lei foi homologada em 2012 pelo então prefeito em exercício Messias Cursino.

Fonte: Portal Parintins 24 Horas

Deixe um comentário