Após 20 dias entubado, o cinegrafista da TV Alvorada, Altair Costa, 54 anos, não resistiu e morreu na manhã desta quarta-feira, 28, por complicações da Covid-19. Ele estava internado desde o dia 10 de outubro no hospital Delphina Aziz, em Manaus.

Altair chegou a ter 80% do pulmão comprometido. Seu estado era grave, mas apresentava melhoras nos últimos dias. Suas funções renais estavam muito debilitadas. Desde as primeiras horas do dia o comunicado da morte dele correu as redes sociais e comoveu a cidade.

Altair era conhecido pelo grande trabalho na cinegrafia, em especial, nas imagens do Jornal da TV Alvorada, onde trabalhava desde os anos 90. Comunicadores parintinenses e de Manaus manifestaram sentimentos pela irreparável perda.

 

Eldiney Alcântara