Informações e Notícias de Parintins

Nêga Alencar denuncia descaso do prefeito Bi Garcia com a lixeira de Parintins

A vereadora Nêga Alencar (PSD) denunciou, que ao invés de um aterro controlado como se propaga pela Prefeitura de Parintins, o terreno destinado ao depósito de resíduos domésticos, industriais, entulhos e hospitalares no bairro Djard Vieira, nada mais é que um lixão a céu aberto, o que classificou como propaganda enganosa da Prefeitura. A denúncia foi apresentada durante o discurso da vereadora na sessão de terça-feira, 11 de junho. Nêga foi enfática ao afirmar a situação extremamente deplorável da lixeira pública municipal, que está dando os primeiros sinais de ter chegado ao seu limite na capacidade receber todo tipo de resíduos.

Para embasar seu pronunciamento, Nêga Alencar visitou por duas vezes a lixeira pública, na tarde de segunda-feira, 10 de junho e constatou que na área delimitada pela Prefeitura para receber o lixo produzido no município está totalmente ocupada por grande quantidade de entulho.

“Saí com o coração partido. Lá constatei que de controlado não tem nada, é apenas uma mídia. Os entulhos estão tomando conta das ruas e o lixão público está tomando conta das casas ao redor, da Universidade do Estado do Amazonas e adoecendo a população. Entra prefeito, sai prefeito e agente herda o lixo deixado nas contas da prefeitura”, protestou a vereadora.

A vereadora denunciou ainda a situação degradante e desumana de muitas pessoas, que devido a necessidade e a falta políticas públicas sociais no município, se vêm obrigadas a catar materiais dentro dos entulhos de lixo. Ela afirmou que à noite a lixeira é iluminada, mas não é iluminada com iluminação pública e sim pelas lanternas de pessoas que se sujeitam a revirar os lixos em busca de tirar seu sustento.

“É triste, é chocante a situação da lixeira. A gente observa, parece vagalumes de tanta lanterna à note, na madrugada e a população catando lixo pra sobreviver, pra se alimentar, enquanto o prefeito faz banquetes e festas em sua casa, faz festa em toda a cidade e faz festa até para inaugurar muro, levando toda a estrutura da prefeitura. Aquilo é um custo muito caro para nossos bolsos. Observei crianças, adultos, idosos catando lixo para sobreviver, e o prefeito no seu banquete. Não cabe mais tanta ostentação”, repudiou a parlamentar.

A vereadora chegou a questionar se de fato, o prefeito Bi Garcia sabe o que é um aterro controlado, pois toda vez ele próprio sempre fala nesse sistema de tratamento de lixo.

“O prefeito não sabe que o aterro não é controlado? Pelo amor de Deus. O prefeito não sabe que o secretário de Obras está deixando os entulhos nas ruas? Onde é que vão colocar os entulhos se já extrapolou o limite da lixeira pública. Está extremamente caótico”, disse.

“Só quem vive e convive com o lixão nas proximidades sabe o que é sofrer o descaso do prefeito e do secretário de obras. O lixão transbordou, o lixão está invadindo as ruas ao redor, o lixão está intransitável. É vergonhosa a situação. Se a cidade está tão suja é uma falta de planejamento do secretário de Obras, Mateus Assayag, e uma falta de comprometimento do prefeito Bi Garcia. Secretária Zeila, eu gostaria que a senhora visitasse o lixão pra observar quantas pessoas estão necessitando de uma cesta básica”, cobrou Nêga.

Texto: Assessoria Parlamentar – Nêga Alencar (PSD) / Foto: Pedro Coelho

Comentários
você pode gostar também