Parintins Notícias
Notícias de Parintins

Parintins é o único município do interior do AM com atendimento em neuropediatria

Prefeito Bi Garcia e a primeira-dama do município trabalham prioritariamente na implantação de programas que beneficiem a população PCD parintinense. Foto: Arleison Cruz

Uma das principais causas da gestão do prefeito Bi Garcia (DEM), o apoio a pessoas com deficiência (PCD) destaca Parintins como o único município do interior do Amazonas que conta com atendimento médico de neuropediatria especializado em crianças especiais. O ponto focal desse e de outros atendimentos é o Núcleo de Inclusão Socioassistencial e Atividades Adaptadas – Girassol, criado pela primeira-dama, Mayra Dias.

O núcleo funciona no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Santa Rita, onde a população atualmente tem acesso a atividades psicomotoras, cognitivas e sensoriais realizadas por uma equipe multidisciplinar.

No Hospital Jofre Cohen e no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), um núcleo cuida exclusivamente da saúde bucal de crianças PCD. “A Mayra tem me ajudado muito junto com a equipe da Semasth (Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação), com o núcleo Girassol, que é um espaço especial para essas crianças”, reconheceu o prefeito Bi Garcia.

A autônoma, Lucinei Carvalho Martins, 33, é exemplo de mãe que enfrenta uma verdadeira batalha para cuidar de seu filho autista, de 16 anos, além do seu caçula de 12 anos que tem artrogripose múltipla nos membros inferiores e superiores. Uma das conquistas que Lucinei gosta de exibir com orgulho são os quadros pintados pelo filho mais novo, nas atividades oferecidas pelo centro.

“É muito gratificante para mim, como mãe, ter dois filhos abençoados, mas não é fácil. Eu luto com meus filhos dias e noites, inclusive estou sem dormir desde ontem com meu filho autista, mas eu sempre digo aos pais e mães que jamais desistam de seus filhos, não desistam de correr, de lutar. Não é fácil, mas é gratificante, por isso todos os dias temos de lutar por eles”, desabafou a autônoma.

Para a primeira-dama, testemunhos como o de Lucinei precisam chegar ao grande público e aos gestores de outros municípios, pois ela representa apenas uma parcela de pais e mães de filhos com algum tipo de deficiência que enfrentam inúmeras dificuldades. “A gente sabe dos obstáculos e tudo que eles passam, que não é uma vida fácil, então vê-los superando alguns desses problemas torna muito gratificante poder fazer parte desse momento. Tudo isso é nossa demonstração de amor e carinho e, sem dúvida, essa é uma causa minha, do meu coração”, completou a primeira-dama.

você pode gostar também
Comentários
Loading...